Quem é Léo Lins? Relembre a carreira e as polêmicas do humorista

Redação - O Estado de S.Paulo

Atualmente no elenco do 'The Noite' do SBT e conhecido por apresentações stand-up, comediante recebeu críticas por conta de comentários envolvendo autistas recentemente

O humorista Léo Lins

O humorista Léo Lins Foto: YouTube / @The Noite com Danilo Gentili

Léo Lins chamou atenção nas redes sociais nesta semana após grupos de autistas anunciarem que pretendem entrar com processo na Justiça contra o humorista por conta de comentários e ofensas feitos em redes sociais.

A polêmica teve início após um story no Instagram publicado por sua namorada, Aline Mineiro, no qual ela mostra Léo sentado durante uma festa. 

"Olha o Leozinho. Como em todas as festas, ele é assim. Senta, não fala nada... É um pouco autista. Ele é sempre assim, ele realmente é cancelado em todos os lugares. Vai na festa e nem percebe, também, você não sabe se ele está ou não está", diz.

Alguns perfis entraram em contato com o casal pedindo uma retratação a respeito do comentário, sendo recebidos com ofensas por parte de Lins.

Famílias de crianças autistas e grupos de defesa de direitos de pessoas autistas buscaram acionar a Justiça para acusar formalmente Léo Lins de crimes previstos na Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (n° 13.146/2015). Leia mais sobre o caso aqui.

Quem é Léo Lins

Em 2008, Léo Lins ganhou projeção na TV pela primeira vez ao participar do quadro Quem Chega Lá, que revelava novos humoristas no Domingão do Faustão, do qual foi finalista. Antes, já fazia shows de humor no formato stand-up.

Nos anos seguintes, teve outras experiências na televisão, como no programa Legendários, de Marcos Mion, na Record.

Em 2011, foi convidado a integrar o elenco do Agora É Tarde, talk show de Danilo Gentili na Band. Ele permaneceu com o colega inclusive na mudança para o SBT, onde faz parte do The Noite até hoje.

A dupla também esteve junta no cinema, atuando no filme Exterminadores do Além Contra a Loira do Banheiro, lançado em 2018.

Ao longo da carreira, Léo Lins escreveu diversos livros humorísticos, como Segredos da Comédia Stand-Up e o Livro dos Insultos. Ele também possui um canal no YouTube, com cerca de 33 milhões de visualizações e 527 mil inscritos atualmente.

Relembre a seguir algumas das principais polêmicas envolvendo o humorista Léo Lins que ganharam repercussão nos últimos anos.

Gordofobia

Em julho de 2020, a blogueira Bia Gremion anunciou que estava entrando com um processo na Justiça contra o humorista Léo Lins. Na ocasião, ele usou uma de suas fotos sem autorização para divulgação de um show de humor.

Na imagem, Bia aparecia ao lado de namorado Lorenzo Magnaboschi. "Chamei sua atenção? Que bom, rola pro lado [em referência a passar à próxima foto, com material de divulgação de seu show]", escreveu na postagem.

Katia Aureliano, advogada da blogueira, afirmou: "Ontem, ela [Bia] sofreu um ataque gordofóbico e transfóbico [seu namorado é um homem trans] pela internet pelo apresentador Léo Lins."

"Dessa imagem [postada por Lins], surgiram mais de 7 mil comentários. Desses 7 mil comentários, todos são pejorativos e agressivos contra a Bia. Então ela me procurou para a gente tomar algumas medidas judiciais contra isso", continuou.

Com a repercussão, o humorista fez outra postagem ironizando o peso de críticos. Posteriormente, Léo Lins retirou a imagem de sua página no Instagram. 

Ao podcast Demian Maia, Léo falou sobre piadas envolvendo gordofobia: "Existe hora, momento e local. Eu não vou ao Instagram de uma gorda anônima para fazer piada com ela. Não é o local para isso."

"Agora, se estou num palco de stand-up e sou comediante, posso fazer piada com gordo, branco, negro, judeu, alto, baixo, cabeçudo, famoso, com quem quiser", prosseguiu.

A apresentadora Mamma Bruschetta, colega de emissora do humorista no SBT, usou as redes sociais para criticá-lo: "Senhor Léo Lins, você me desapontou muito com a sua piada gordofóbica. Eu sou gorda, gosto de humor, mas nunca fiquei tão ofendida com uma publicação."

Chapecoense

Em fevereiro de 2019, o repórter Pedro Rocha, da Globo, criticou uma piada feita por Léo Lins sobre os atletas da equipe da Chapecoense, que morreram em queda de avião que vitimou 77 pessoas em 2016.

A piada à qual o repórter se referiu está disponibilizada em um trecho de um stand up publicado pelo próprio Léo Lins em 12 de novembro de 2018. "Contém piadas de humor negro. Se você não aprecia esse tipo de humor, não assista", informa a descrição.

"Tava vendo aqui, o Léo Lins fez no show dele uma piada, brincando - se é que isso é uma brincadeira - com o jogador Daniel [assassinado em Curitiba em 2018], que morreu, dizendo que ' pelo menos ele morreu comendo coisa boa, diferente dos jogadores da Chapecoense que morreram comendo comida de avião.'", criticou.

Anos antes, na ocasião da tragédia, o humorista usou seu perfil no Facebook para postar uma imagem à equipe. "Bonito ver o que esse time gerou e causou, pois nos faz ter esperança na humanidade. A Chapecoense hoje é mais do que um time, é um símbolo e um ideal, e isso não morre nunca. Força Chape. Somos Todos Chapecoense", escreveu na ocasião.

Visto negado ao Japão

Léo Lins havia planejado uma viagem para compromissos profissionais no Japão em setembro de 2013 quando teve seu visto de trabalho cancelado pouco menos de duas semanas antes do voo.

O cancelamento ocorreu cerca de três dias depois da divulgação de um vídeo em que o humorista fazia piadas envolvendo o Tsunami que assolou o país em 2011 e matou mais de 20 mil pessoas.

Um abaixo-assinado para impedir sua entrada no país asiático foi encaminhado  ao Consulado do Japão na época, que negou a relação entre o veto e as piadas, alegando tratar-se de uma questão de documentação. Ele tinha apresentações previstas para 13 e 14 de setembro nas províncias de Kanagawa e Aichi.

Em entrevista ao podcast Demian Maia em julho de 2020, o humorista falou sobre a questão: "Existe hora e local. Fiz a piada num show de stand-up, não fiz a piada num escombro enquanto os bombeiros resgatavam vítimas. Essa é a diferença".

VEJA TAMBÉM: Relembre as polêmicas da carreira de Danilo Gentili

Filipe Araújo / Estadão
Ver Galeria 14

14 imagens