Danilo Gentili: relembre a carreira e as polêmicas do humorista

André Carlos Zorzi - O Estado de S.Paulo

Apresentador do 'The Noite com Danilo Gentili' comemora seu aniversário de 40 anos nesta sexta-feira, 27; confira sua trajetória

Danilo Gentili em fotos tiradas em 2005, 2008 e 2019.

Danilo Gentili em fotos tiradas em 2005, 2008 e 2019. Foto: Danilo Gentili / Divulgação | Band / Divulgação | Alan Santos / PR

O humorista Danilo Gentili completa 40 anos de idade em seu aniversário nesta sexta-feira, 27.

Atualmente no The Noite, talk show que apresenta no SBT, Danilo ganhou projeção com o extinto CQC, da Band, e com as piadas feitas como comediante de stand up.

O apresentador também é conhecido por se envolver em diversas polêmicas, principalmente em suas redes sociais, tendo como alvo, por diversas vezes, políticos.

Relembre a seguir momentos da trajetória e da carreira de Danilo Gentili.

O cartunista Danilo Gentili

Danilo Gentili em foto de 2005, à época em que era conhecido como um 'cartunista politicamente incorreto'.

Danilo Gentili em foto de 2005, à época em que era conhecido como um 'cartunista politicamente incorreto'. Foto: Divulgação

As primeiras experiências de Gentili como cartunista tiveram origem na sua infância, desde os três anos de idade: "Eu cresci ouvindo contos de fadas naqueles disquinhos de vinil, e na minha cabeça eu já fazia cartum do que ouvia."

"Assim que fui alfabetizado, eu conheci a Mad e viciei. Não demorou nada para que eu fizesse minha própria Mad. Claro, ficava uma b***, mas era uma Mad minha, só com minhas ideias", afirmava, em entrevista ao site https://web.archive.org/web/20060208000433/https://www.baguncaorganizada.com.br/entre_dani.htm em 2006.

"Depois, criei uns personagens próprios. Na 4ª ou 5ª série, montei um 'site' para mim. Nem existia internet ainda, mas eu tinha uma pasta dividida por seções com folhas de fichário. Ela rodava a escola inteira, todo mundo queria ver a pasta", complementava.

Charge 'Air Guitar', de Danilo Gentili, protagonizada pelo personagem Wilbor, que tinha semelhanças com o apresentador.

Charge 'Air Guitar', de Danilo Gentili, protagonizada pelo personagem Wilbor, que tinha semelhanças com o apresentador. Foto:

Entre seus diversos personagens, estava um inspirado no próprio Danilo Gentili: "Não acho que é falta de ideias, acho que é instinto puro. O traço do cartunista sai de dentro dele. É como se fosse uma impressão digital, só ele tem. [...] Não é egocentrismo. É a arte na sua forma mais pura, ou seja, você literalmente se coloca no papel".

Posteriormente, Danilo Gentili tornou-se colaborador da revista Mad, da qual se declarou fã por diversas vezes ao longo da carreira.

Capa da revista 'Mad' com a estreia de Danilo Gentili. 

Capa da revista 'Mad' com a estreia de Danilo Gentili.  Foto: Reprodução de revista 'Mad' / Panini Comics / Divulgação

Danilo Zero - o blog de Danilo Gentili

Antes de se lançar no mundo da comédia stand up, Danilo Gentili, que trabalhava como cartunista, possuía um blog na internet, o Danilo Zero. Ele também chegou a ter um site chamado Politicamente Incorreto.

Sua primeira postagem foi feita em 2 de julho de 2004. "Se é tão chato um blog, então por que eu fiz um? Por dois motivos: 1 - eu sou chato. 2 - Quero aprimorar minha chatice", escrevia.

"Se alguém que não sou eu está lendo isso, é porque eu provavelmente convidei para visitar meu Blog. Isso comprova três coisas: 1 - Eu sou chato mesmo. 2 - Além de chato, sou hipócrita. 3 - Você tem um saco enorme para ler tudo isso que escrevi até aqui".

Danilo Gentili em foto no ano de 2005 - à época, como cartunista, já se considerava "politicamente incorreto" 

Danilo Gentili em foto no ano de 2005 - à época, como cartunista, já se considerava "politicamente incorreto"  Foto: Divulgação

Entre os temas de seus textos, fatos do cotidiano, filmes, novelas que iam ao ar na época, como Celebridade, e notícias como a ida do primeiro brasileiro ao espaço, realizada pelo hoje ministro Marcos Pontes.

"Após tentativas frustradas de mandar o Palocci pro espaço, o astronauta Marcos Pontes passou à frente do Congresso e acabou chegando lá primeiro. Oficialmente, ele foi o primeiro da nossa raça a ir pro espaço. Pelo que entendi, não estão contando aquele chimpanzé que saiu de órbita nos anos 60", registrava.

Sobre o filme King Kong, dizia: "Eu duvido que se o King Kong fosse branco iam atirar nele".

Danilo Gentili humorista: o sucesso no stand up

Danilo Gentili na casa Ao Vivo, em Moema, onde se apresentava no ano de 2007. 

Danilo Gentili na casa Ao Vivo, em Moema, onde se apresentava no ano de 2007.  Foto: J. F. Diorio / Estadão

Em entrevista ao Estado em outubro de 2007, Danilo, que já era apontado como "uma das grandes promessas do humor brasileiro", falava sobre as mudanças pelas quais passava o humor no Brasil.

"O internauta não suporta mais esse tipo de humor voltado para a classe Z. Muita garotada que nunca foi ao teatro vem nos ver só porque viu a gente na web", afirmava.

A mesma reportagem mostrava o início da carreira do humorista: "Danilo Gentili, por exemplo, teve o seu blog lido por Marcela Leal, do Clube da Comédia. Ele foi convidado [em 2006] para se apresentar no grupo, agradou, e hoje é um dos integrantes"

Danilo Gentili, Marcela Leal, Rafinha Bastos, Oscar Filho e Marcelo Mansfield no Clube da Comédia Stand Up, em foto de dezembro de 2007. Tempos depois, o humorista se encontraria com os colegas em programas de TV. 

Danilo Gentili, Marcela Leal, Rafinha Bastos, Oscar Filho e Marcelo Mansfield no Clube da Comédia Stand Up, em foto de dezembro de 2007. Tempos depois, o humorista se encontraria com os colegas em programas de TV.  Foto: Roberto Setton / Clube da Comédia / Divulgação

Em 2019, questionado por Antonia Fontenelle sobre o que mais gostava de fazer, Danilo Gentili foi enfático: "Stand up comedy. No bar, quando escrevo um show, está só eu e a plateia, não tem ninguém no meio, e isso funciona, é o que mais me dá prazer"

"O stand up, que foi o que me trouxe até aqui, é só eu mesmo. Sou eu, sentado lá, quebrando a cabeça. Depois que eu perder o emprego na TV, for preso, solto, vou estar fazendo stand up ainda. É o que eu sou, é a minha essência, onde me sinto mais livre", continuou.

Danilo Gentili na TV - do CQC aos programas de entrevista

Danilo Gentili em Brasília, à época em que fazia o 'repórter inexperiente' do 'CQC', em 2008. 

Danilo Gentili em Brasília, à época em que fazia o 'repórter inexperiente' do 'CQC', em 2008.  Foto: Band / Divulgação

"Não digo que o povo é burro, porque a TV investe milhões em pesquisa para dar a ele o que quer", opinava o humorista ao Jornal da Tarde em 2007. Meses depois, em 2008, Danilo Gentili estreava no CQC, programa da Band que lhe deu projeção nacional.

Ao seu lado estavam Marcelo Tas, Rafinha Bastos, Rafael Cortez, Felipe Andreoli e Oscar Filho, membros do elenco da estreia do programa, em março de 2008. Em abril do mesmo ano, Gentili acabou sendo expulso do Congresso Nacional após uma pergunta feita ao presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia.

No programa, Danilo ficou marcado por seu trabalho em quadros como o Repórter Inexperiente, em que fingia ser um entrevistador 'desastrado', e o Proteste Já (quadro que recebeu críticas de Rafinha Bastos em julho de 2019).

Danilo Gentili tenta pegar cheque simbólico em evento no Sindimoto de São Paulo, no bairro de Santa Cecília, que contava com a presença do então ministro do Trabalho, Carlos Lupi. 

Danilo Gentili tenta pegar cheque simbólico em evento no Sindimoto de São Paulo, no bairro de Santa Cecília, que contava com a presença do então ministro do Trabalho, Carlos Lupi.  Foto: Valéria Gonçalvez / Estadão

Danilo Gentili saiu do CQC no fim de 2011, ganhando https://web.archive.org/web/20120219225836/https://blogdotas.terra.com.br/2011/12/20/danilo-gentili/, líder da atração, para estrear seu programa próprio na emissora, o Agora É Tarde.

Em entrevista ao canal de Rafinha Bastos no YouTube, relembrou o momento: "A gente tinha que pegar voo às cinco da manhã, sem hotel, com a mala na mão, viajando. O bastidor sempre foi muito desgastante."

Danilo Gentili como 'repórter inexperiente' em seu quado no 'CQC', em 2008. No início do programa, entrevistou personalidades como Agnaldo Timóteo, Gretchen e padre Marcelo Rossi.

Danilo Gentili como 'repórter inexperiente' em seu quado no 'CQC', em 2008. No início do programa, entrevistou personalidades como Agnaldo Timóteo, Gretchen e padre Marcelo Rossi. Foto: Reprodução de 'CQC' (2008) / Band

"Eu levei o projeto do Agora É Tarde para a Band em 2009. A gente entrou no CQC em 2008. Sabe por que eu levei o projeto na Band? Eu já tava desesperado para sair do CQC. Com um ano. Era muito pesada a rotina", prosseguia.

"Eu sugeri o programa. Sou fã do formato late night. Quero entrevistar do camelô que vende peixe na feira ao ator pornô do momento e o padre em evidência. Não tenho limitações. Eu ajudei a pensar em tudo, nas pautas, quadros, no Ultraje a Rigor para ser a banda da atração", contava o apresentador ao JT, à época.

"Não dá para ter medo. Se o programa der errado, volto para o CQC. Mas eu tento focar nesse medo de não dar certo para dar certo", concluía.

O programa solo de Gentili era uma aposta da Band. "Ele é um talento. Onde vai, repercute com esse lado bobão", afirmava o diretor executivo da emissora, à época, Marcelo Mainardi.

Danilo Gentili brinca com Marco Luque nos bastidores do programa 'CQC', da Band, em 2008. 

Danilo Gentili brinca com Marco Luque nos bastidores do programa 'CQC', da Band, em 2008.  Foto: Nilton Fukuda / Estadão

Questionado sobre suas referências na TV, citava Rodrigo Faro, David Letterman e até Luciano Huck: "Acho inteligente. Ele fez uma trajetória muito boa. Saiu da Band e hoje é um dos tops da Globo".

Danilo também citava Craig Ferguson, Jimmy Kimmel, Conan O'Brien e Jimmy Fallon.

Danilo Gentili durante gravação do 'Agora É Tarde', na Band, em setembro de 2011. 

Danilo Gentili durante gravação do 'Agora É Tarde', na Band, em setembro de 2011.  Foto: Clayton de Souza / Estadão

Em 2014, Danilo Gentili migrou da Band para o SBT, o que levou sua antiga emissora a entrar na Justiça contra o humorista. O Agora É Tarde passou, então, a ser apresentado por Rafinha Bastos.

Na concorrência, surgiu o The Noite com Danilo Gentili, que permanece no ar até os dias de hoje.

Entre seus convidados, nomes variados: atores, cantores, dubladores, personalidades com histórias curiosas ou conhecidas na internet e até mesmo políticos.

Durante as eleições de 2014, entrevistou os candidatos à presidência Levy Fidelix (PRTB) e Luciana Genro (PSOL).

Em 2019, pela primeira vez em sua carreira como apresentador de talk show, Danilo Gentili recebeu um presidente do Brasil, cargo ocupado por Jair Bolsonaro (PSL).

Danilo Gentili em entrevista com o presidente Jair Bolsonaro em maio de 2019. 

Danilo Gentili em entrevista com o presidente Jair Bolsonaro em maio de 2019.  Foto: Alan Santos / PR

Em 2014, protagonizou a série Politicamente Incorreto, em que interpretava um político desonesto, no canal pago FX. 

Em agosto de 2016, apresentou o reality show Entubados, da Sony, que falava sobre o universo de youtubers.

Danilo Gentili em cena da série 'Politicamente Incorreto'. 

Danilo Gentili em cena da série 'Politicamente Incorreto'.  Foto: FX / 'Politicamente Incorreto' / Divulgação

Outros trabalhos de Danilo Gentili

Além da TV, o humorista também fez diversos trabalhos no mundo do cinema. Entre eles, Como se Tornar o Pior Aluno da Escola, que conta com atuação de Carlos Villagrán, o Kiko do seriado Chaves, e Os Exterminadores do Além contra a Loira do Banheiro.

Em 2013, atuou ao lado de Bruno Gagliasso e Leandra Leal no longa Mato Sem Cachorro.

Danilo Gentili em cena do filme 'Mato Sem Cachorro' 

Danilo Gentili em cena do filme 'Mato Sem Cachorro'  Foto: Daniel Behr / 'Mato Sem Cachorro' / Divulgação

Danilo Gentili também publicou alguns livros ao longo de sua carreira, como Politicamente Incorreto, A Vida e Outros Detalhes Insignificantes e Doodles, além de Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola, que deu origem ao filme de mesmo nome.

Capa do livro 'Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola', de Danilo Gentili 

Capa do livro 'Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola', de Danilo Gentili  Foto: Reprodução de 'Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola' / Panda Books

A família de Danilo Gentili

O humorista sofreu com a perda de seu pai quando era muito jovem, aos 17 anos, em decorrência de um infarto. Cerca de quatro meses depois, perdeu sua irmã por conta de um acidente de carro.

"Meu pai não bebia, não fumava e morreu cedo. Não roubava e morreu pobre. Tirava o que tinha para dar para os outros e teve poucas pessoas para carregar seu caixão. Depois que ele morreu, nenhum parente perguntou se seu filho precisava ou não de algo", contou Gentili ao JT em 2011.

Danilo Gentili ao lado de sua avó, dona Assunta, em foto de 2011. 

Danilo Gentili ao lado de sua avó, dona Assunta, em foto de 2011.  Foto: Alex Silva / Estadão

"Ou seja, em vida meu pai me ensinou a ser a melhor pessoa que eu conseguir. Em morte, me ensinou a não esperar nada em troca disso", concluiu.

À época em que ganhou seu programa próprio na Band, Danilo afirmava: "pude comprar para a minha mãe uma casa do jeito e onde ela quis. Em breve, depois de 30 anos, poderei ver minha mãe morando numa casa própria."

Em entrevista ao Estado, em 2011, sua avó materna, dona Assunta, falava do orgulho que sentia do neto: "Tudo que ele faz eu gosto. Quer me ver contente? É quando ele vai pra Brasília atacar os políticos. Só fico triste quando ele apanha”.

As polêmicas de Danilo Gentili

Danilo Gentili no palco do bar Comedians. 

Danilo Gentili no palco do bar Comedians.  Foto: Ivan Dias / Estadão

Ao longo de sua carreira, o humorista Danilo Gentili também ficou marcado por se envolver em diversas polêmicas.

Em uma delas, foi acusada de racismo por conta de uma piada feita em seu Twitter: "Agora, no Telecine, King Kong, um macaco que depois que vai para a cidade e fica famoso pega uma loira. Quem ele acha que é? Jogador de futebol?".

Diante de um seguidor negro que criticou seu comentário, o humorista respondeu: "Sério, vamos esquecer isso... Quantas bananas você quer para deixar essa história pra lá?". Anos depois, Gentili foi inocentado das acusações de injúria racial.

Em outra, deixou descontente a comunidade judaica de São Paulo por conta da piada "Entendo os velhos de Higienópolis temerem o metrô. A última vez que chegaram perto de um vagão foram parar em Auschwitz". Posteriormente, pediu desculpas (clique aqui para relembrar o caso).

Após ter sido entrevistada em seu programa, Luciana Genro, do PSOL, à época candidata à presidência, se revoltou com uma montagem publicada por Danilo Gentili que a comparava a Hitler (leia mais aqui).

Danilo Gentili também chamou atenção recentemente ao se envolver em uma polêmica com a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS), chegando a ser condenado por injúria, o que gerou um debate sobre a liberdade de expressão na sociedade.

Na ocasião, ele recebeu um documento enviado pela Procuradoria Parlamentar da Câmara de Deputados, contendo reclamações da deputada. Na sequência, rasgou os papéis e esfregou-os em suas partes íntimas.

"Ela usou a câmara para me censurar. Não foi um particular defendendo o particular. Não foi ela, Maria do Rosário. Se ela, Maria do Rosário, tivesse me processado, tudo bem, ela tem o direito, eu fui lá mexer com ela. Mas ela usou a Câmara. E quando chega a censura oficial do estado, eu rasgo e passo na sacola", afirmou o humorista em entrevista a Antonia Fontenelle em 2019.

Relembre abaixo essas e outras polêmicas envolvendo o apresentador Danilo Gentili:

Filipe Araújo / Estadão
Ver Galeria 14

14 imagens