Ludmilla lança o aguardado álbum de pagode: 'Numanice Ao Vivo'

Gabriela Marçal - O Estado de S.Paulo

Produção gravada no Pão de Açúcar tem participações de Thiaguinho, Bruno Cardoso, Vou Pro Sereno, Di Propósito e Orochi

Ludmilla, Thiaguinho e grupo Vou Pro Sereno no Pão de Açúcar

Ludmilla, Thiaguinho e grupo Vou Pro Sereno no Pão de Açúcar Foto: Ygor Marques

A funkeira, cantora pop e, mais recentemente, pagodeira Ludmilla 'sextou' lançando nas plataformas de streaming o aguardado álbum de pagode Numanice Ao Vivo, e no YouTube a artista publicou o show completo que foi gravado no Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro. 

O trabalho é cheio de participações de nomes tradicionais do pagode como Thiaguinho, Bruno Cardoso, Vou Pro Sereno, Di Propósito e ainda o rapper Orochi. "É um ritmo que faz parte da minha história pessoal, pois foi a partir dele que comecei a querer cantar, a gostar e a querer me aperfeiçoar. O ritmo sempre esteve presente na minha vida familiar. Foi muito prazeroso e ao mesmo tempo uma responsabilidade. Gravar com essas feras não foi mole não, tenho muita admiração e respeito por todos e poder fazer isso com aval deles é demais", comentou a cantora.

"Cantar com a Lud é sempre uma delícia! E cantar pagode com ela é mais gostoso ainda! Sei o quanto ela curte e ela faz com propriedade", disse Thiaguinho, que em Numanice fez o dueto Amor Difícil, e também já dividiu o palco e o estúdio com a cantora em outros trabalhos.

O show que deu origem ao álbum ao vivo foi gravado sem público no Pão de Açúcar, em novembro do ano passado. E para quem acha que artista não paga nada, vale destacar que a cantora investiu mais de um R$ 1 milhão de reais para usar o ponto turístico carioca com exclusividade. "Na falta do público não medi esforços para gravar num dos cenários mais incríveis da nossa cidade", afirmou.

A produção musical de Numanice Ao Vivo foi feita por Rafael Castilhol, que desde os anos 1990 atua com bandas de pagode como Sorriso Maroto,  a extinta Soweto e o cantor Belo. 

Ouça o álbum de pagode de Ludmilla, Numanice Ao Vivo:

Em novembro do ano passado, em coletiva de imprensa sobre o lançamento do single Rainha de Favela, Ludmilla falou sobre o início das gravações do EP Numanice. “Estou em um amadurecimento de carreira, sei quem eu sou, me permito fazer novas coisas", afirmou.

Numanice surgiu após a cantora postar um desafio no seu Twitter em outubro de 2019. “Se eu vencer na categoria Melhor Cantora no Prêmio Multishow, eu lanço um EP de pagode. Agora é com vocês”. 

Depois de ganhar o prêmio, ela cumpriu com a promessa e lançou o EP em abril de 2020 - as seis faixas do projeto  alcançaram Top 100 do Spotify e o single Amor Difícil entrou no Top 40.  

Na edição de 2020 do Prêmio Multishow, Ludmilla conquistou o troféu na categoria Melhor Música com Verdinha. 

Ludmilla, que começou a cantar aos oito anos de idade, é a primeira cantora negra da América Latina a alcançar mais de 1 bilhão de visualizações no Spotify e ainda tem a marca de mais de 1,9 bilhão de views no Youtube.