'X-Men: Fênix Negra': Diretor assume responsabilidade por fracasso do filme

Redação - O Estado de S.Paulo

Nova produção teve a pior arrecadação da franquia nos primeiros dias de estreia

Sophie Turner no paple de Jean Grey em 'X-Men: Fênix Negra'. 

Sophie Turner no paple de Jean Grey em 'X-Men: Fênix Negra'.  Foto: Twentieth Century Fox/Divulgação

O recém-lançado X-Men: Fênix Negra teve a pior abertura da história da franquia em termos de lucro, e o diretor do filme assumiu a responsabilidade disso.

Em entrevista ao podcast The Business, Simon Kinberg disse que gostou do filme e teve "um tempo maravilhoso" produzindo-o. No entanto, o processo não foi fácil, uma vez que houve refilmagnes e mudanças nas datas de lançamento.

Sobre o rendimento inicial de US$ 34 milhões no primeiro fim de semana em cartaz, Kinberg reconheceu que "o filme não se conectou com o público".

"Eu estou aqui, estou dizendo que quando um filme não funciona, coloque a culpa em mim. Eu sou o roteirista e diretor, o filme não se conectou com o público, isso é comigo", disse. Kinberg trabalhou como roteirista e produtor na franquia de filmes X-Men desde 2006 e Fênix Negra foi sua estreia como diretor.

Embora se especule sobre o que poderia ter acontecido se o filme tivesse mantido sua data inicial de estreia ou mais tempo nas divulgações, o diretor prefere não insistir no tema.

"Honestamente, não há como saber", disse. "E acho que isso é o que pode deixar as pessoas loucas e mantê-las pensando sobre o fracasso de um filme anos depois. Se a lição que você aprendeu é que você teve a data errada ou não teve um bom marketing, isso não é uma lição", afirmou Kinberg.