William Bonner recebe prêmio pelo uso da voz a serviço da comunicação

Redação - O Estado de S.Paulo

Jornalista é o primeiro brasileiro a ser homenageado pela The Voice Foundation; Jon Bon Jovi também foi premiado

William Bonner começou a apresentar o 'Jornal Nacional' em 1996.

William Bonner começou a apresentar o 'Jornal Nacional' em 1996. Foto: Victor Pollak/Globo

William Bonner, editor-chefe e âncora do Jornal Nacional, foi um dos premiados pela The Voice Foundation pelo uso da voz: no caso dele, a serviço da informação e comunicação.

O jornalista recebeu a homenagem na sexta-feira, 3, em evento na Filadélfia, nos Estados Unidos. Ele é o primeiro brasileiro a receber a honraria.

A The Voice Foundation é uma organização dedicada à pesquisa, medicina, ciência e educação sobre a voz. Anualmente, a entidade realiza um baile de gala para homenagear profissionais que dependem da voz.

"Esse momento em que a minha voz recebe uma homenagem, eu divido essa homenagem com as vozes que tentam calar de todos os jornalistas no Brasil e no mundo", disse Bonner, que apresenta o Jornal Nacional há 26 anos. Coincidentemente, o primeiro premiado pela entidade também foi um jornalista, o americano Walter Cronkite, âncora de telejornal.

Além de Bonner, outras duas personalidades foram premiadas nesta sexta-feira: o cantor barítono do Metropolitan Opera, Vladimir Chernov, e o cantor Jon Bon Jovi.

No Instagram, o jornalista brasileiro compartilhou fotos da noite de gala e falou sobre o momento. "Obrigado aos colegas da Globo NY, que foram prestigiar o evento. Obrigado aos colegas da Globo e do JN no Brasil, que me surpreenderam com a edição de um vídeo arrasadoramente emocionante. Obrigado a todos que puseram esses sorrisos nos nossos rostos e corações. E aos que estão ao nosso lado nessa batalha para que as vozes dos jornalistas profissionais não sejam abafadas", dissse.