Vera Fischer relembra personagens marcantes e confusão com Tom Jobim

Redação - O Estado de S. Paulo

A atriz foi homenageada em quadro de lembranças no 'Encontro' e revelou que Tom Jobim não gostou de seu visual na novela 'Brilhante'

A atriz Vera Fischer participou do 'Encontro' e recebeu homenagem de Fátima Bernardes pelas personagens que interpretou na TV.

A atriz Vera Fischer participou do 'Encontro' e recebeu homenagem de Fátima Bernardes pelas personagens que interpretou na TV. Foto: TV Globo

Vera Fischer participou do Encontro nesta quinta-feira, 10, e relembrou suas personagens mais marcantes. Em um quadro de lembranças no programa de Fátima Bernardes, a artista falou sobre os papéis que interpretou em quase 50 anos de carreira.

Um dos epidósios que a atriz recordou foi quando interpretou Luiza, na novela Brilhante, em 1981. Ela contou que o cantor Tom Jobim escreveu uma canção para a personagem e não gostou quando viu seu cabelo curto.

"O Tom Jobim sabia que a Luiza seria a Vera Fischer. Ele fez uma música [Luiza], só que quando me viu com este cabelo, que o diretor pediu para cortar e ficar com a cara de uma moça suburbana, o Jobim virou uma arara", disse Vera.

A artista ainda falou sobre as personagens que interpretou em novelas como Rei do Gado, Laços de Família, O Clone, Caminho das Índias, entre outras.

Para ela, uma de suas personagens mais marcantes foi Helena, em Laços de Família. "Eu seria essa Helena. Não era uma questão de trocar o namorado com a filha. É uma questão de tudo, de ser uma mulher livre, que trabalhava sozinha, sustentava a família e criou os dois filhos. Depois teve esse problema do namorado, mas foi menor do que o problema do câncer da filha, porque aí ela fez das tripas o coração", declarou.