Tailândia quer controlar filme sobre resgate de garotos em caverna

Agência Ansa - ANSA

Autoridades devem tentar usar a história para promover o governo e seus esforços no resgate

Jogadores dos 'Javalis Selvagens' e seu treinador chegam em Chiang Rai, Tailândia, para coletiva de imprensa.

Jogadores dos 'Javalis Selvagens' e seu treinador chegam em Chiang Rai, Tailândia, para coletiva de imprensa. Foto: Reuters/Soe Zeya Tun

O Ministério da Cultura da Tailândia pretende instituir uma comissão para supervisionar os filmes a serem produzidos sobre os Javalis Selvagens, time de futebol que ficou preso por duas semanas na caverna de Tham Luang, no norte do país.

O anúncio foi feito pelo ministro Vira Rojpojchanatarat, após uma reunião na noite da última quinta-feira, 19. Na semana que vem, a proposta será apresentada ao primeiro-ministro do país, Prayuth Chan-ocha.

A ideia é que a comissão seja formada por diversos setores do governo, entre eles os ministros da Cultura, do Turismo e das Relações Exteriores, além de profissionais do ramo cinematográfico. De acordo com Vira, cinco produtoras já manifestaram interesse em contar a história. 

Apesar de o objetivo declarado da comissão ser "proteger os direitos dos jovens e do treinador", já se observa que as autoridades tailandesas tentam explorar a história para exaltar os méritos do governo no salvamento e promover uma reconciliação nacional. 

A retórica utilizada pela junta militar que ocupa o poder no país desde 2014 é uma tentativa de adquirir legitimidade perante a população.

VEJA TAMBÉM: Oito vezes em que a realidade 'imitou' Hollywood

Reprodução / YouTube
Ver Galeria 8

8 imagens