Suposta seita envolvendo atriz de 'Smallville' é tema de documentário

redação - O Estado de S.Paulo

Produção vai contar história do grupo e de outros dois atores que falaram abertamente sobre a alegação de tráfico sexual

Allison Mack ao ser liberada após pagar fiança nos EUA.

Allison Mack ao ser liberada após pagar fiança nos EUA. Foto: Lucas Jackson/Reuters

A Nxivm, suposta seita sexual envolvendo Allison Mack, de Smallville, será tema de um novo documentário. A produção vai contar a história do grupo e relacioná-la com os fatos atuais, como a prisão do fundador e as acusações de tráfico sexual contra a atriz.

A série documental, produzida por Brian Graden, vai mostrar o caso dos atores Sarah Edmondson e Anthony Ames, marido dela, que foram os primeiros a sair do grupo e falar abertamente sobre o caso.

A Nxivm seria um grupo de autoajuda e empoderamento feminino, que era como Allison justificava o contato com as pessoas que queria recrutar. Mas, supostamente, envolvia tráfico sexual e outras formas de abuso.

Como parte do documentário, o especialista em cultos Rick Alan Ross vai ajudar Sarah e Ames a se reintegrarem às suas vidas normais e apelar para que os remanscentes da seita saiam também.

Segundo o site Deadline, algumas cenas já foram gravadas e, depois, Sarah e Ames serão convocados para testemunhar contra Allison no tribunal.

Allison Mack foi detida na sexta-feira, 20, acusada de tráfico sexual e de conspirar para obrigar pessoas a realizar trabalhos forçados como parte do seu suposto envolvimento com a seita Nxivm, criada e liderada por Keith Raniere. Na terça-feira, 24, ela deixou a prisão após pagar fiança de US$ 5 milhões determinada por um juiz da Corte Federal no distrito de Brooklyn, em Nova York.