'Star Trek: Discovery' demite produtores após reclamações de assédio moral

Redação - O Estado de S.Paulo

Os roteiristas ameaçaram sair da produção caso Gretchen Berg e Aaron Harberts não fossem demitidos

Os produtores da série 'Star Trek: Discovery' foram demitidos após os roteiristas denunciaram assédio moral durante reuniões

Os produtores da série 'Star Trek: Discovery' foram demitidos após os roteiristas denunciaram assédio moral durante reuniões Foto: Mario Anzuoni/Reuters

A revista norte-americana The Hollywood Reporter informou que a emissora CBS demitiu os produtores Gretchen Berg e Aaron Harberts, responsáveis pela série Star Trek: Discovery, após denúncias de assédio moral feitas pelos roteiristas que trabalhavam na produção.

Segundo a revista, os roteiristas ameaçaram pedir demissão caso alguma medida não fosse tomada após os dois produtores gritarem com eles em várias reuniões. O produtor executivo Alex Kurtzman, que trabalhou com J.J. Abrams nos filmes recentes da franquia, irá assumir a produção dos episódios restantes da segunda temporada.

"Nós fizemos mudanças na produção de Star Trek: Discovery", disse a CBS em comunicado enviado para a revista. "A série vai continuar sob a visão criativa e liderança do produtor executivo e co-criador Alex Kurtzman. Discovery continua em produção para sua segunda temporada em 2019 e espera construir em cima do sucesso da sua temporada de estreia", continuou.

Distribuída internacionalmente pela Netflix, é a segunda vez que Star Trek: Discovery sofre mudanças de produtor responsável. Em 2016, ainda na fase de planejamento, o criador da série Bryan Fuller pediu demissão por diferenças criativas com a CBS.