'Sou machista, homofóbico, racista e gordofóbico', diz Nego Di, que ressalta: 'quero mudar'

Redação - O Estado de S.Paulo

'As pessoas têm o seu processo de evolução, entende? O meu processo é agora', afirmou participante durante conversa no 'BBB 21'

Nego Di, participante do 'BBB 21'

Nego Di, participante do 'BBB 21' Foto: Fábio Rocha / Globo

Nego Di, um dos participantes do BBB 21, que estreou na última segunda-feira, 25, chamou atenção nas redes sociais por conta de uma declaração em que reconhece ter alguns preconceitos, mas afirma ter intenção em mudar isso.

O comentário foi feito durante uma conversa com Arcrebiano e Lucas Penteado num dos quartos da casa. 

"Eu não sou só isso, mano. Eu sou empresário, sou pai, sou ator, também. Sou um monte de coisa que um monte de gente não sabe. Eu não saio falando um monte de m***. Escrevo minhas coisas, crio meus projetos. Graças a Deus, tudo que eu criei nos últimos anos são projetos de sucesso", afirmou Nego Di.

Em seguida, prosseguiu: "Quero que as pessoas me enxerguem assim, não só como um negrão palhaço que fala um monte de besteira, que é engraçado, ou que é machista ou que é isso... Não, mano. Eu entendo que sim, sou machista, sou homofóbico, sou racista e sou gordofóbico. Mas a diferença entre eu e uma pessoa que talvez quer que essas pessoas morram, fazer o mal para essas pessoas, é que eu entendi que isso precisava parar dentro de mim."

VEJA TAMBÉM: Quem são os participantes do Big Brother em 2021

Globo / Divulgação
Ver Galeria 21

21 imagens

"E cada um tem o seu momento. E todo mundo é tudo isso. A minha mãe é machista para c***. Só que as pessoas têm o seu processo de evolução, entende? O meu processo é agora. Eu quero mudar", concluiu o participante do BBB 21.

Assista abaixo ao trecho do vídeo com Nego Di no Big Brother Brasil: