Silvio Santos enfatiza saudação feita por Hitler durante programa e Federação Israelita reage

Redação - O Estado de S.Paulo

Apresentador falou ‘Heil, Hitler’ durante quadro de perguntas para auditório e entidade responde: 'É um tema sensível e não aceitamos brincadeira'

Silvio Santos.

Silvio Santos. Foto: Reprodução de 'Programa Silvio Santos' (2019) / SBT

Silvio Santos causou polêmica neste domingo, 3, durante o quadro de perguntas e respostas para o auditório. O apresentador normalmente faz uma mistura de questionamentos aleatórios, desde o coletivo de animais até referências de história do Brasil e do mundo.

Em uma das perguntas, o dono do SBT questiona se alguém sabe o nome do pai de Adolf Hitler, líder do nazismo e que promoveu o maior genocídio da história mundial contra judeus, negros e homossexuais. 

“Ninguém sabe? Ninguém sabe como se chama o pai de Adolf Hitler? Adolf Hitler! Heil, Hitler! Heil, Hitler!”, enfatizou. Ninguém soube responder.

Na sequência, o apresentador pergunta o nome do pai de Jesus Cristo. Prontamente uma colega de auditório responde "José". E, então, Silvio diz: “Se o pai de Jesus é Deus, quem é o pai de Hitler?”, volta a perguntar. Uma participante levantou correndo e respondeu que o pai do nazista era “o capeta”. “Acertou! Leva 50 reais”, comemorou o apresentador. O nome do pai de Adolf era Aloys Schicklgruber.

A menção nazista ‘Heil, Hitler’, saudação historicamente conhecida, foi criticada por internautas que acompanharam o programa no Twitter.

 

A Federação Israelita do Estado de São Paulo reagiu. Em entrevista para a reportagem do E+, o presidente executivo da entidade mostrou indignação com a postura do apresentador. "Um gesto bastante infeliz. O tema do holocausto é muito sensível, temos sobreviventes do holocausto que presenciaram essa história. O holocausto é um fato histórico e não tem como relativizar", afirmou Ricardo Berkiensztat.

Para ele, o apresentador não quis incentivar o nazismo por causa da religião dele. "Silvio Santos é judeu e ele jamais faria apologia ao nazismo, mas não aceitamos esse tipo de brincadeira. Sempre que há relativização do tema, a gente se coloca como agora, como se colocou com presidente Bolsonaro, com o ex-presidente Lula. Independente de quem é o personagem, a gente tenta mostrar que é um tema sensível e que a gente não aceita brincadeira", concluiu.

No quadro de perguntas ao auditório, a partir do minuto 12, é possível assistir ao momento em que Silvio Santos pergunta como se chama o pai de Adolf Hitler e faz a saudação. Veja e tire suas próprias conclusões.

Assista ao vídeo:

 

 

VEJA TAMBÉM: Relembre as polêmicas em que Silvio Santos se envolveu em 2018

 

Reprodução de 'Teleton' (2018) / SBT
Ver Galeria 18

18 imagens