Série mostra detetives caninos em busca de animais desaparecidos

Redação - O Estado de S.Paulo

'Radar Pet' apresenta casos reais de buscas além de dicas para evitar que seu pet desapareça

Barão é o líder dos detetives caninos, com mais de 700 buscas no currículo.

Barão é o líder dos detetives caninos, com mais de 700 buscas no currículo. Foto: NatGeo/Divulgação

O que você faria se o seu animal de estimação desaparecesse? Alertas nas redes sociais ou panfletos pela rua podem ajudar, mas pode ser mais eficiente chamar um detetive canino. Isso mesmo, um cão que buscar por pets desaparecidos.

Esse é o enredo do Radar Petnova série da National Geographic que estreia nesta quinta-feira, 7, às 21h.

Misturando reality show com documentário, a produção original da NatGeo Brasil foi gravada em São Paulo e conta com a equipe da empresa Busca Pet, formada por cinco cães e seis humanos, todos especializados em buscas de animais desaparecidos.

Composta por dez episódios de uma hora cada, a série vai mostrar três casos reais de buscas, além de cenas do treinamento dos cães e dicas para evitar que o seu pet desapareça.

O elenco canino é liderado por Barão, um beagle que contabiliza mais de 700 buscas bem sucedidas em seu currículo. A parceira dele, Irá, é a melhor detetive canina em buscas rurais. Já o cão Gugo é o maior de porte físico nogrupo, e Sinatra é o especialista na resolução de crimes.Dentro desse time ainda tem um estagiário, Sherlock, filho de Barão e Irá.

A série Radar Pet estreia nesta quinta-feira, 7, às 21h no National Geographic e às 22h no National Geographic Wild, com exibição de um novo episódio por semana. O programa também estará disponível no Nat Geo App para assinantes. O primeiro episódio estará disponível de maneira gratuita no canal oficial do YouTube da National Geographic Brasil.

Confira o trailer da série abaixo: