Rafael Ilha anuncia série documental sobre sua vida: 'Superação'

Redação - O Estado de S.Paulo

Cantor enfrentou problemas com drogas e prisões e sagrou-se campeão da 10ª edição de 'A Fazenda'

Rafael Ilha em 2008, quando foi preso sob acusação de tentativa de sequestro.

Rafael Ilha em 2008, quando foi preso sob acusação de tentativa de sequestro. Foto: Paulo Liebert / Estadão

Rafael Ilha, ex-integrante do grupo Polegar e vencedor da última edição do reality show A Fazenda, anunciou que fará uma série documental biográfica sobre sua vida.

"Vai pro lado da superação. Desde a época do Polegar até eu ser vencedor da Fazenda", afirmou o cantor em entrevista ao Pânico nesta sexta-feira, 1º. Segundo ele, a série deverá ser lançada em março no Playplus, plataforma de streaming da Record TV.

"Superação de tudo que passei, da minha carreira, o meu problema com as drogas. Treze anos de dependência química que foram superados. A formação da minha família. Tudo, até coisas que eu não acreditava."

VEJA TAMBÉM: Relembre as polêmicas de Rafael Ilha, que ganhou R$ 1,5 milhão como campeão de A Fazenda em 2018

Paulo Liebert / Estadão | Record TV / Divulgação | L.C. Leite / Estadão
Ver Galeria 22

22 imagens

"Eu nunca poderia imaginar, por exemplo, os seis meses em que estive numa situação de morador de rua, devido à dependência química. Eu nunca poderia imaginar que papai do céu, o mestrão lá em cima, tinha tantas coisas reservadas pra mim. 

Ilha também lembra o nascimento de seus filhos Cauã, 16, e Laura, 3, além de seu casamento com Aline Kezh, sua atual esposa, como momentos de superação: "Toda essa virada... Nunca poderia imaginar que teria forças..."

Rafael Ilha em A Fazenda

Ilha também afirmou que pensou em "tocar o sino" de A Fazenda, o que representaria sua desistência do reality: "Chorava igual um bezerrinho lá todo dia. O problema não era nem as pessoas que estavam lá dentro, o jogo. Era a saudade da minha família aqui fora."

"Pelo menos umas quatro vezes [pensei] em tocar o sino. Falei, 'p***, vou ter que devolver o cachê...', meu Deus... Preciso desse dinheiro. Como qualquer brasileiro, tava precisando do dinheiro. Aí falava, 'vou vender meu carro, saio lá fora, vendo meu carro, devolvo e vou embora', entendeu? Mas antes eu dou uma porrada num mano aqui..."