Produtor executivo de ‘Stranger Things’ fala sobre desafios da 2ª temporada

Redação - O Estado de S.Paulo

'Precisávamos não apenas de mais recursos, mas também descobrir coisas que fossem mais complexas do que um cara com roupa de Demogorgon', disse Shawn Levy

Cena da segunda temporada de 'Stranger Things'. 

Cena da segunda temporada de 'Stranger Things'.  Foto: Cortesia da Netflix

O produtor executivo e diretor de Stranger Things falou, em entrevista ao The Hollywood Reporter, sobre as expectativas e desafios da segunda temporada da série, que foi ao ar em outubro de 2017.

“Como a segunda temporada foi bem mais ambiciosa em seu escopo cinematográfico, nós precisávamos não apenas de mais recursos – o que, felizmente, a Netflix nos deu – mas precisávamos descobrir como buscar coisas que fossem mais complexas do que um cara com roupa de Demogorgon. Então a segunda temporada teve uma verdadeira curva de aprendizado enquanto exploramos o design desse monstro sombrio, a execução dele e como ele possuiria Will Byers. Como o Demogorgon teria criaturas como o Baby Dart e os Demo-Dogs?”, explicou Shawn Levy.

Levy também comentou sobre a temática da década de 1980, algo muito forte na fotografia da série: “Nós não tentamos apenas reproduzir os anos 1980 com precisão muito rigorosa, mas nós gravamos a série com iluminação, composição e movimento de câmera que são igualmente inspirados nos anos 1980”.

Por fim, o produtor acrescentou que todos os envolvidos na execução da série estavam constantemente preocupados em fazer seu melhor para não desapontar os fãs.

Questionado sobre o seu momento favorito da temporada, ele diz que é quando Eleven aparece na porta da casa dos Byers, e quando Mike reencontra a menina. "Aquele olhar de Finn Wolfhard quando ele vê a menina que ele ama depois de tanto tempo – eu nunca vou deixar de ficar arrepiado pensando em um momento como aquele", disse.

Assista ao teaser da terceira temporada de Stranger Things, que deve estrear em 2019: