Primeira Globeleza, Valeria Valenssa comenta fim da nudez

- O Estado de S.Paulo

'Sou de outra época, de quando o carnaval valorizava muito a beleza da mulher brasileira', disse

Nova Globeleza veste roupas típicas de festas de diversos estados do Brasil.

Nova Globeleza veste roupas típicas de festas de diversos estados do Brasil. Foto: Reprodução/TV Globo

A Globeleza de 2017 é bem diferente da dos anos anteriores: pela primeira vez, ela aparece vestida. A primeira mulher a ser a Globeleza, Valeria Valenssa, deu uma entrevista ao jornal Extra comentando a mudança.

"Sou de outra época, de quando o carnaval valorizava muito a beleza da mulher brasileira. A época do topless, do nu, de Luma de Oliveira, Monique Evans… E, aos pouquinhos, isso foi mudando”, disse ela.

A Globeleza deste ano, Erika Moura, veste roupas típicas da cultura carnavalesca de diversas regiões do país, representando o frevo, maracatu, axé e samba nos vídeos veiculados pela emissora. Mas a mudança já havia sido sugerida há muitos anos.

Valéria contou que ela e Hans Donner, criador da Globeleza, já haviam sugerido o uso de roupas em 2005. "Se houve essa mudança tão radical, é que eles também estão buscando acompanhar essas mudanças. Os tempos são outros", acredita.

Confira a nova Globeleza abaixo: