'Pinóquio', animação de Guillermo del Toro na Netflix, ganha novas imagens

Marcos Leandro - Especial para o Estadão

Filme é feito com bonecos reais usando técnica de animação com fotografias

História do boneco de madeira ganha versão animada de Guillermo del Toro.

História do boneco de madeira ganha versão animada de Guillermo del Toro. Foto: Netflix

A Netflix divulgou nesta terça-feira, 14, novas imagens de Pinóquio, animação produzida por Guillermo del Toro. O filme tem previsão de chegar ao catálogo do streaming em dezembro deste ano. 

A obra utiliza bonecos reais em uma técnica chamada stop-motion (ou quadrado-a-quadrado), onde são tiradas várias fotografias de um mesmo objeto com pequenas variações para simular seus movimentos.

Segundo Guillermo, a animação foge da perspectiva de domesticação presente no conto de fadas, em que o foco está em Pinóquio receber uma lição de que é necessário obedecer aos pais e ser um bom menino.

"Este [filme] é sobre encontrar a si mesmo e encontrar seu caminho no mundo – não apenas obedecer aos mandamentos que são dados a você, mas descobrir quando eles estão bem ou não", disse ele à revista Vanity Fair.

"A obediência cega não é uma virtude. A virtude de Pinóquio é desobedecer. Em uma época em que todo mundo se comporta como uma marionete, ele não. Essas são as coisas interessantes, para mim. Não quero recontar a mesma história. Eu quero contar do meu jeito e do jeito que eu entendo o mundo."

O filme também se distancia do live-action que está sendo produzido pelo Disney+, com estreia prevista para setembro, que pretende seguir à risca a história escrita por Carlo Collod em 1883.

Nas imagens divulgadas da versão de Pinóquio de Guillermo del Toro, é possível ver o boneco de madeira, seu pai, Gepeto, e outros personagens. Confira: