'Perdi 30 kg, mas nunca derrubei uma lágrima', diz Marco Antônio de Biaggi sobre doença

- O Estado de S.Paulo

'Fiquei seis meses desacordado, ligado numa máquina, e sou o único sobrevivente do hospital', disse o cabeleireiro

Foto: Divulgação / RedeTV

Em entrevista que vai ao ar no Programa Amaury Jr. desta quarta-feira, 24, o cabeleireiro Marco Antônio de Biaggi, um dos mais conhecidos do país por ter cuidado das madeixas de diversas personalidades, revelou que pretende voltar a trababalhar em breve.

Porém, ressalta que será em um rimo mais tranquilo: "Eu achava o máximo falar: 'Eu não sei o que é folga, eu trabalho de domingo a domingo... Eu não quero aquela vida que eu tinha. Vou voltar ao salão, é meu dom. Nasci pra isso, gosto de fazer isso, só que ao invés de trabalhar doze horas, vou trabalhar sete"

O cabeleireiro também conta sobre os seis meses em que passou internado num hospital, por conta de uma pneumonia e problemas cardíacos, logo após passar por uma quimioterapia por conta de um linfoma: "Eu perdi 30 kg, mas nunca derrubei uma lágrima, tinha certeza absoluta que ficaria bom. Fiquei seis meses desacordado, ligado numa máquina, e sou o único sobrevivente do hospital. Eles me chamam de Highlander no Hospital São José. Foi celebrado o primeiro sobrevivente desse equipamento. Eu não tinha nem força pra rezar.", conta.

Marco também revelou ter tido uma experiência fora de seu corpo: "Me vi flutuando da cama, eu ia e voltava". Ainda falou sobre o desejo que ainda possui de produzir a atriz Vera Fischer, uma das únicas que faltam em seu repertório.

O programa vai ao ar a partir das 00h30, da madrugada de quarta para domingo, na RedeTV!.