Paula vai até a casa de Cirilo, em 'Carrossel'

- O Estado de S.Paulo

Capítulos de segunda-feira (11/4) a sexta-feira (15/4)

Foto: Divulgação/SBT

Paula vai até a casa de Cirilo

Segunda-feira, 11 de abril

Paulo vai até a sorveteria e encontra Mário e Jaime. Os amigos ignoram a presença do encrenqueiro. Jaime ameaça brigar com Paulo e diz que ninguém mexe com os amigos dele. O menino avisa que ele e Kokimoto não fazem mais parte da Patrulha Salvadora. Valéria e Davi conversam sobre a brincadeira de mau gosto que os amigos fizeram com Cirilo. Valéria fica irritada, mas Davi garante que eles já receberam o castigo que mereciam. Bibi espera Margarida na casa mal assombrada. A menina chega eufórica e mostra a carta que recebeu de Daniel para a amiga. Bibi estranha o fato de a carta não estar escrita à mão. Margarida explica que Paulo contou a ela que isso é uma lei entre os meninos. Bibi questiona a amiga se ela tem certeza que quem escreveu a carta foi Daniel. Margarida afirma que sim, pois não acredita que Paulo a enganaria. Paula procura Cirilo, que está em seu quarto trancado. Sua mãe percebe que seu filho está triste e o chama para conversar na sala.

 

Bibi conta a Helena que Margarida está na época de ter um namorado​

Terça-feira, 12 de abril

Chateado, Cirilo questiona o porquê de ter acreditado em Paulo e Kokimoto. Bibi e Margarida vão à casa da professora Helena para conversar. Maria Joaquina fica inconformada que Cirilo tenha caído, novamente, na brincadeira dos amigos. Valéria e Carmen perguntam se a patricinha não fica com dó do garoto. A riquinha diz que não, pois Cirilo está cansado de saber que ela jamais marcaria um encontro com ele. Bibi conta a Helena que Margarida está na época de ter um namorado. Helena diz que elas são muito novas para pensar nisso. Bibi não concorda, diz que as meninas estão diferentes, evoluídas. Na casa mal assombrada, Paulo e Kokimoto colocam Daniel na parede e questionam o porquê foram expulsos da Patrulha Salvadora. Daniel explica que houve uma votação entre os meninos e que todos, menos Cirilo, concordaram com a saída deles.

 

Bibi revela a Helena que Margarida escolheu Daniel para ser seu namorado

Quarta-feira, 13 de abril

Paulo diz que se o problema foi o dinheiro, eles devolvem. O garoto lembra aos amigos que a lei número um da Patrulha Salvadora é respeitar todos os cidadãos patrulheiros. Bibi revela a Helena que Margarida escolheu Daniel para ser seu namorado. As amigas contam o plano que tiveram para fazer com que o garoto gostasse de Margarida e comentam que Paulo ajudou. Helena fica desconfiada. Maria Joaquina conta a seu pai o que aconteceu com Cirilo. Miguel fica inconformado e pergunta o que a filha pensa fazer a respeito. Paulo e Kokimoto discutem com Daniel e ameaçam brigar com ele. Jaime chega à casa mal assombrada. Ao ver o garoto, Paulo e Koki param de provocar Daniel. Daniel pede ao amigo que retire os dois da casa e Jaime obedece.

 

Maria Joaquina prepara um presente para dar a Cirilo

Quinta-feira, 14 de abril

Margarida conta a Helena que pagou Paulo para fazer o serviço e que também deu dinheiro a ele para comprar o remédio que ele precisava. Helena estranha e pergunta qual é o nome da medicação. Margarida diz que chama "estica e puxa". A menina conta a Helena que Daniel enviou uma carta a ela e mostra para a professora. Helena revela as amigas que a carta não foi escrita por Daniel, pois contém erros ortográficos que o menino jamais cometeria. Margarida fica arrasada com a notícia. Helena consola Margarida e diz que ela terá a vida inteira para namorar e que deveria aproveitar a infância. Maria Joaquina pensa em uma forma de falar com Cirilo. A menina tem uma ideia e pede para Joana chamar o motorista. Cirilo está decepcionado. Preocupado, seu pai fala para o filho ir passear um pouco. Maria Joaquina prepara um presente para dar a Cirilo.

 

Valéria espiona Daniel e Margarida

Sexta-feira, 15 de abril

Daniel encontra Margarida na praça. Bibi observa os dois juntos e brinca com o amigo, que fica incomodado com a situação. Bibi vai à casa de Valéria e conta que viu Daniel e Margarida juntos na praça e que o garoto levou flores à amiga. Valéria conclui que os dois estão namorando e as duas começam a espalhar a notícia para os amigos. Daniel e Margarida conversam na sorveteira e Valéria espiona os dois. Daniel vê e pede para a garota parar de escutar a conversar dos dois. A menina espevitada fica irritada e vai embora. Daniel pede a Margarida que não fique triste e não deixe um clima ruim entre eles. A menina revela que não está triste, só aborrecida por ter confiado em Paulo. Ela conta sobre a carta de amor que recebeu com a assinatura de Daniel.