'Os Simpsons': Sete motivos pelo qual a série ainda faz sucesso após 33 temporadas

Rafael Nascimento - Especial para o Estadão

A 33ª temporada da animação pode ser vista no Brasil pelo streaming Star+

A série 'Os Simpsons' chega a 33ª temporada ainda relevante e aclamada pelo público e crítica. Nova temporada pode ser vista no Brasil pelo streaming Star+.

A série 'Os Simpsons' chega a 33ª temporada ainda relevante e aclamada pelo público e crítica. Nova temporada pode ser vista no Brasil pelo streaming Star+. Foto: Fox

Foi na noite de 17 dezembro de 1989, na televisão norte americana, que a rede Fox estreou seu primeiro desenho animado em horário nobre. O que todos não esperavam é que a produção se tornaria a série animada mais duradoura da história, com 33 anos de duração e 720 episódios. Estamos falando, é claro, do clássico Os Simpsons.

O enredo daquele primeiro episódio parecia ser o de mais uma animação comum à época, já que apresentava uma família tradicional engraçada, composta por mãe, pai e três filhos, que se metia em encrencas nos preparativos para a noite de Natal.

No entanto, os personagens eram amarelos, com olhos esbugalhados, mãos com quatro dedos e politicamente incorretos, diferente de qualquer outra animação que já havia sido lançada até então.

Hoje, a série continua sendo um sucesso entre fãs e a crítica, e acaba de lançar sua 33ª temporada, que no Brasil pode ser vista pelo streaming Star+.

O Começo de Tudo

Desenho original dos personagens protagonistas de 'Os Simpsons' feito pelo cartunista Matt Groening, em 1985.

Desenho original dos personagens protagonistas de 'Os Simpsons' feito pelo cartunista Matt Groening, em 1985. Foto: Fox

A produção, que já faturou mais de 18 prêmios Emmy e que foi aclamada como o Melhor Programa de TV do século 20, segundo a revista Times, teve sua produção no início no ano de 1985.

Naquele ano, o produtor de TV James L. Brooks pediu ao cartunista Matt Groening que criasse uma família maluca e engraçada para a TV. Em apenas 15 minutos, Groening rascunhou Homer, Marge, Bart, Lisa e Maggie. Dois anos depois, em 1987, Os Simpsons estreavam em vinhetas de três minutos em um programa humorístico da Fox, o Tracey Ullman Show.

No começo, o traço dos desenhos tinha acabamento precário, mas quando a família ganhou sua própria série, em 1989, os personagens já estavam com um visual mais refinado e personalidades mais definidas.

Hoje, para animar um único episódio do seriado, a produção leva de seis a nove meses de trabalho, sendo necessário produzir 24 mil desenhos, com um custo de um milhão de dólares. É para poucos, não?

Identificação com os personagens

Um dos grandes trunfos de Os Simpsons é o fato de que todo mundo consegue se sentir próximo dos personagens da família, não é mesmo? 

Afinal, quem não conhece, ou até mesmo tem, um pai um pouco preguiçoso, mas muito dedicado à família como Homer, ou um irmão que é arteiro igual ao Bart, ou uma mãe tão dedicada aos filhos e à família como a Marge, ou uma irmã super estudiosa, engajada e questionadora como a Lisa? Os personagens criam uma relação de aproximidade, que faz com que o público se mantenha fiel mesmo depois de tantos anos.

Parte da família

Cena do 13º episódio, 'E com a Maggie já somos três', da terceira temporada de 'Os Simpsons'.

Cena do 13º episódio, 'E com a Maggie já somos três', da terceira temporada de 'Os Simpsons'. Foto: Fox

Além dessa relação de proximidade, o público que acompanha a série há 33 anos, depois de tanto tempo, é impossível não se sentir parte da família Simpson, seja nos muitos momentos engraçados ou nos episódios dramáticos como o 13º da terceira temporada 'E com a Maggie já somos três', onde vemos os sacrifícios que Homer faz pela sua família.

Estão presentes no nosso dia a dia

Não acompanhamos os personagens de Os Simpsons apenas na televisão. Eles também estampam diversos produtos de consumo, como roupas, acessórios decorativos, jogos de vídeo game, entre outros, o que expande a marca e garante a memória viva dos personagens no cotidiano do público e em especial dos fãs.

Além disso, é impossível ver um donuts com cobertura rosa e granulado colorido, e não lembrar do Homer, não é verdade?

Temas atuais

Grande parte do sucesso da série se deve ao fato dos episódios sempre abordarem temas relevantes para o público. Para produzir os episódios, a série conta com uma equipe de dez a 20 roteiristas, que debatem os possíveis assuntos ficcionais e reais.

Com um conhecimento amplo em diversos temas, os criadores debatem situações hipotéticas baseadas em fatos reais que estão acontecendo no mundo, surgindo daí até mesmo algumas previsões certeiras, outra marca da série

E falando em previsões...

A série 'Os Simpsons' é conhecida por 'prever' acontecimentos reais. Um deles foi a nota brasileira de R$ 200.

A série 'Os Simpsons' é conhecida por 'prever' acontecimentos reais. Um deles foi a nota brasileira de R$ 200. Foto: Fox

A série já acertou várias! Com o passar dos anos, a animação 'previu' diversos fatos inesperados que aconteceram no mundo, como a nota de 200 reais do Brasil, a ida de Jeff Bezos para o espaço, a presidência de Donald Trump, o final da série Game Of Thrones e até mesmo acontecimentos mais dramáticos como a guerra entre Rússia e Ucrânia e a pandemia do coronavírus.

Participações mais que especiais

Mais de 800 celebridades fizeram participações em Os Simpsons e isso faz os fãs vibrarem e esperarem por elas a cada temporada. 

Entre os nomes famosos que já aparecerem nos episódios estão: Michael Jackson, Chris Martin, Lady Gaga, Pelé, Barack Obama, o casal Paul e Linda McCartney, Mark Zuckerberg, e muitos outros.

O ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair, inclusive, recebeu o elenco de voz da série em sua residência oficial em Londres para a gravação do episódio em que ele aparece.

Um dos momentos mais aguardados da série 'Os Simpsons' é a participação especial de artistas e pessoas conhecidas do público. A banda Coldplay foi uma delas.

Um dos momentos mais aguardados da série 'Os Simpsons' é a participação especial de artistas e pessoas conhecidas do público. A banda Coldplay foi uma delas. Foto: Fox