'O politicamente correto é bem-vindo porque faz a gente pensar', diz Fabio Porchat

André Carlos Zorzi - O Estado de S.Paulo

Humorista estreia série 'Homens', que 'fala sobre como o machismo também é ruim para os homens', na segunda-feira, 18

Fábio Porchat em cena de 'Homens?' com Gabriel Louchard, Gabriel Godoy e Raphael Logam.

Fábio Porchat em cena de 'Homens?' com Gabriel Louchard, Gabriel Godoy e Raphael Logam. Foto: Reprodução de 'Homens?' (2019) / Comedy Central

Fabio Porchat falou sobre sua relação como humorista em relação a temas como o machismo e o "politicamente correto" em entrevista coletiva da série Homens?, da qual é protagonista e criador, nesta terça-feira, 12, em São Paulo.

"Não é só fazer a piada: é fazer a piada e parar pra pensar se aquela piada é assim mesmo, se quis dizer aquilo, o que quer dizer e onde tá atingindo. Acho isso ótimo. O tal do politicamente correto é bem-vindo, porque faz a gente pensar".

O humorista, porém, garante que não comete exageros e busca "fugir do didatismo": "A gente não quer 'lacrar'. A gente quer ser engraçado, fazer uma comédia que os homens se identifiquem, que as mulheres também descubram coisas dos homens e falem: 'Ah, então é assim'. É pra fazer rir."

"É uma série que fala sobre o machismo e como ele repercute para o homem. É um pouco 'o meu lugar de fala é esse'. A série fala muito sobre isso, como o machismo também é ruim para os homens".

"Como se trata de um assunto delicado, qualquer coisinha podia invalidar a série toda. Qualquer palavra, qualquer piada escrotinha, [que] é engraçada mas é 'bobalhuda', podia atrapalhar. A gente ficou atento aos detalhes justamente pra não escorregar", analisou.

Fábio também falou sobre a diversidade do elenco: "Eu queria que tivesse um cadeirante, e não queria que o cadeirante fosse negro. Aí seria muito 'a minoria da minoria', digamos assim. Queria que tivesse um cadeirante e um ator negro fazendo."

"A única coisa que eu não queria que tivesse entre os quatro amigos era um gay, porque queria falar desse mundo hétero. Os quatro héteros machistas. O gay já seria com certeza mais aberto", complementou.

A atriz Lorena Comparato, que vive a prostituta Tainá, também falou sobre o tema: "É uma série com quatro protagonistas homens, mas as dramaturgias de cada personagem são todas permeadas por mulheres. As mulheres geralmente trazem soluções para os problemas."

Coletiva de imprensa da série 'Homens?'.

Coletiva de imprensa da série 'Homens?'. Foto: Twitter / @FabioPorchat

Porchat também afirmou que a forma como a sociedade enxerga questões como o machismo hoje e em relação ao passado deve mudar. Ele fez até mesmo uma comparação com a dieta vegana, que é contra a exploração animal: "A gente come carne. Daqui a 50 anos, as pessoas vão olhar pra gente e achar que somos uns loucos, uns canibais."

Homens?

A série Homens? retrata um grupo de quatro amigos lidando com questões relativas ao universo masculino, partindo do momento em que o protagonista Alexandre (Fabio Porchat), assume sua impotência sexual diante do grupo.

Além de Fabio Porchat, o elenco de Homens? também conta com Gisele Itié (Cris), Miá Mello (Mari), Raphael Logam (Pedrinho), Gabriel Louchard (Pedro), Gabriel Godoy (Gustavo), Lorena Comparato (Tainá), Gisele Fróes (Simone) e Cintia Rosa (Dani).

Homens? estreia na próxima segunda-feira, 18, às 22h, no Comedy Central. 

Confira outros trechos de divulgação da série Homens?:

VEJA TAMBÉM: Politicamente incorretas - Piadas dos Trapalhões que jamais seriam aceitas hoje em dia

Wilton Junior/Estadão
Ver Galeria 10

10 imagens