Novelas brasileiras são exportadas e ganham títulos estranhos; veja exemplos

- O Estado de S.Paulo

Caso mais recente é o de 'Amor à Vida', cuja tradução para o francês foi feita como 'A Sombra da Mentira'

Não é incomum notarmos que títulos de filmes e séries estrangeiros, ao desembarcarem no Brasil, ganham uma tradução um pouco esquisita. Por vezes, os nomes em nada se assemelham ao original. Mas saiba que isso ocorre também com as novelas brasileiras, exportadas para diferentes países e alçadas a símbolo da indústria cultural tupiniquim.

Para elucidar o assunto, o E+ fez uma lista com os títulos de novela cujas traduções escapam ao pretendido pelos autores, em nosso querido idioma. Confira:

 

Amor à Vida 

 

  Foto: Estevam Avellar|TV Globo

O caso mais recente é o da trama de Walcyr Carrasco, exibida entre os anos de 2013 e 2014 por aqui. Há poucos dias foi noticiado que a novela irá estrear, em 2016, na França, adquirida pelo canal France Ô. Mas, em francês, passará a ser chamada de L'ombre du Mensonge, ou A Sombra da Mentira, título baseado no castelhano, quando a novela ganhou o nome de Rastros de Mentiras. Nesse caso, a tradução faz muito sentido, dado o enredo sombrio da produção. Ponto para eles.

 

Caminho das Índias

 

  Foto: João Miguel Júnior|TV Globo

A novela se tornou um verdadeiro fenômeno no exterior: em apenas três meses, foi exportada para mais de 90 países - da Europa, Ásia e América Latina - e também venceu o Emmy Internacional na categoria Melhor Novela, em 2009. No entanto, nossos amigos estrangeiros traduziram o nome da trama de uma maneira estranha. Em inglês, ficou India - A Love Story, ou India - Uma História de Amor. Mesmo título que deram os castelhanos.

 

Em Família 

 

  Foto: Paulo Belote|TV Globo

Se Helena é um dos personagens mais emblemáticos das histórias de Manoel Carlos, os estrangeiros fizeram jus à sua importância ao traduzir o título da trama, exibida no Brasil em 2014. No inglês, Em Família virou Helena's Shadow (A Sombra de Helena). No espanhol, a tradução foi mantida: La Sombra de Helena. A novela já passou por países como Equador, Argentina, Canadá e China. Em 2016, também invadirá os lares da Mongólia e do Vietnã.

 

Salve Jorge

 

  Foto: Fábio Rocha|TV Globo

A trama, que tratou o controverso tema do tráfico de mulheres para servir à prostituição, já foi licenciada para mais de 40 países, incluindo Israel, Geórgia, Holanda e Costa do Marfim. No espanhol, ganhou o título de La Guerrera, enquanto no inglês ficou Brave Woman - ou Mulher Corajosa. Pois é.

 

Fina Estampa 

 

  Foto: Estevam Avellar|TV Globo

Criada por Aguinaldo Silva e exibida entre 2011 e 2012, a trama já foi transmitida, por meio da TV Globo Internacional, para países como Armênia, Sérvia, Kenya, Argentina e Indonésia. No inglês, foi rebatizada como Looks and Essence - em tradução livre, Estilo e Essência. Já no idioma de Cervantes, o nome original foi mantido. Melhor assim.

 

Babilônia 

 

  Foto: Tata Barreto|TV Globo

A novela de Gilberto Braga, que foi ao ar em 2015, talvez seja um dos casos mais interessantes de tradução estranha. Mais polêmico do que o próprio beijo protagonizado pelas atrizes Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg. A trama foi traduzida para o inglês como Ambitious Women - ou Mulheres Ambiciosas. Mesmo título que em espanhol: Mujeres Ambiciosas. Vai entender, né?

 

Leia também no E+:

Netflix confirma série sobre investigações de corrupção no Brasil

Jurados do 'MasterChef' ganham programas independentes na TV paga