Netflix anuncia documentário sobre carreira de Taylor Swift

João Pedro Malar* - O Estado de S.Paulo

Intitulada ‘Taylor Swift: Miss Americana’, produção estreará no Festival de Sundance em 2020

Documentário ‘Taylor Swift: Miss Americana’ irá falar sobre a carreira da cantora

Documentário ‘Taylor Swift: Miss Americana’ irá falar sobre a carreira da cantora Foto: Netflix / Divulgação

Na última quarta-feira, 4, a Netflix anunciou seus filmes que estrearão no Festival de Sundance, nos Estados Unidos, em 2020. Entre as produções está o documentário Taylor Swift: Miss Americana, sobre a cantora.

“Um olhar cru e emotivo de uma das mais icônicas artistas do nosso tempo enquanto ela aprende a abraçar seu papel não apenas como escritora e performista, mas também como uma mulher canalizando todo o poder de sua voz”, promete a sinopse do documentário, divulgada pela empresa de streaming. 

O documentário será dirigido por Lana Wilson, que já produziu outros indicados a prêmios como o Independent Spirit, voltado para cineastas independentes. 

No dia 24 de novembro, Taylor Swift recebeu o prêmio de artista da década no American Music Awards (AMA), onde também conquistou outros cinco prêmios, entre eles o de artista do ano. Com 29 AMAs, Swift superou o recorde do cantor Michael Jackson.

Atualmente a cantora trava um embate com a sua antiga gravadora, chefiada por Scooter Braun, pelo direito de performar suas antigas músicas. Braun comprou a gravadora Big Machine em junho de 2019, adquirindo os direitos dos seis primeiros álbuns de Swift.

Segundo a cantora, devido ao contrato com a antiga gravadora, haveria até a proibição de usar músicas e vídeos antigos no documentário da Netflix, mas um comunicado da Big Machine negou a acusação. 

Outros lançamentos

Além do documentário sobre a cantora, a Netflix anunciou a estreia de outros oito filmes no festival, que ocorrerá em 23 de janeiro a 2 de fevereiro de 2020.

Entre eles está o filme Sergio, em que Wagner Moura viverá o diplomata brasileiro Sérgio Vieira de Mello, morto durante uma missão de paz no Iraque após participar e coordenar diversas operações da Organização das Nações Unidas (ONU).

*Estagiário sob supervisão de Charlise Morais