'Não sou de me acomodar', diz Elaine Bast sobre pedido de demissão da Globo

Redação - O Estado de S.Paulo

Jornalista saiu a emissora após 23 anos de trabalho

Após 23 anos, Elaine Bast deixa a Rede Globo.

Após 23 anos, Elaine Bast deixa a Rede Globo. Foto: TV Globo

Na última sexta-feira, 20, a jornalista Elaine Bast pediu demissão da Rede Globo após um período de 23 anos na emissora. Nesta segunda, 23, ela usou as redes sociais para falar sobre sua trajetória na empresa e explicar a motivação para sair.

"Comecei no Bom Dia Brasil, logo após ter saído da Gazeta Mercantil, um jornal que era voltado para empresas e mercado financeiro. Não foi um início fácil. A TV era um mundo completamente diferente para mim, com uma linguagem própria", lembrou.

"E posso dizer que tive os melhores professores lá dentro: editores, colegas de profissão, chefes". completou. Elaine disse ainda que passou por todos os jornais da casa até chegar o convite para ser correspondente em Nova York.

Logo após ter retornado ao Brasil, acabou descobrindo um câncer de mama. "Coincidentemente no dia em que havia feito uma matéria sobre o mesmo assunto para o Jornal Nacional. Recebi todo o apoio da empresa para me tratar. E a solidariedade dos colegas."

Ela falou sobre os desafios na sua vida até chegar na motivação para o pedido de demissão. A jornalista afirmou que já tinha alcançado o posto máximo que conseguiria na emissora e, por isso, não queria ficar nesse lugar cômodo. 

"Cheguei ao topo que poderia chegar dentro dessa empresa que sempre me acolheu. E agora decidi partir para novos caminhos. Não sou de me acomodar. E o mundo tem se aberto a tantas novas possibilidades, novas linguagens, novas maneiras de contar histórias."