'Não sei por que vejo ex-integrantes com problema com o 'CQC'', diz Marcelo Tas

Redação - O Estado de S.Paulo

Apresentador relatou ter 'orgulho' do programa e ressalta influência deixada no humor e no jornalismo

Marcelo Tas ao lado de Rafinha Bastos e Marco Luque em março de 2008, ano de estreia do 'CQC'. 

Marcelo Tas ao lado de Rafinha Bastos e Marco Luque em março de 2008, ano de estreia do 'CQC'.  Foto: Valeria Gonçalvez / Estadão

Marcelo Tas relembrou os tempos de CQC em entrevista ao Flow Podcast na noite de quarta-feira, 18.

Questionado pelos apresentadores se tem sentimentos negativos pelo programa, foi enfático: "Nenhum. Tenho o maior orgulho do CQC. Não sei por que eu vejo alguns dos ex-integrantes com esse problema com o programa."

"Acho que é uma puta vitória, você botar no ar um programa durante tantos anos. Creio que a gente precisa ser mais sincero com o que a gente pensa, sabe? O CQC é um programa que influenciou o humor no Brasil, na TV e fora da TV", prosseguiu Marcelo Tas.

Em seguida, complementou: "E [influenciou] o jornalismo. É um programa que deu uma chacoalhada, influenciou a cobertura de Brasília, a cobertura do esporte... Quem é o cara do esporte hoje na Globo? Felipe Andreoli."

O apresentador ainda comentou sobre recentes declarações do ex-colega Rafinha Bastos: "Adorei quando ele falou que ia escrever um livro do CQC, num tom meio de 'ameaça', que ia contar os bastidores. Porque vai ser um prazer colaborar com esse livro! [Risos]"

Marcelo Tas esteve à frente do programa da Band desde sua estreia, em 2008, até 2014. A atração ainda durou até o fim de 2015 sob o comando de Dan Stulbach. Ao longo de sua exibição ajudou a projetar nomes como Danilo Gentili, Marco Luque, Monica Iozzi, Rafael Cortez, Oscar Filho, Lucas Salles, Juliano Dip e Erick Krominski.

Em julho de 2019, o Twitter oficial e verificado do CQC voltou a fazer postagens após alguns anos de inatividade. Uma montagem com fotos de supostos novos integrantes foi divulgada, mas o possível retorno foi negado pela Band. "A conta foi hackeada. A emissora já está tomando as medidas necessárias", explicou o canal, em nota, na ocasião. As postagens seguem no ar até hoje.

Confira abaixo ao trecho da entrevista de Marcelo Tas no Flow Podcast.