'Não convém praticar', diz bispo da Record sobre sexo anal em programa ao vivo

- O Estado de S.Paulo

'O lugar que foi feito para sair a sujeira não é lugar para entrar nada', disse Marcio Carotti

Bispo Marcio Carotti apresenta o programa 'Fala Que Eu te Escuto'

Bispo Marcio Carotti apresenta o programa 'Fala Que Eu te Escuto' Foto: Reprodução/Record

Após o grupo Pagode da Ofensa constranger o bispo Edgar Brum no programa Fala Que Eu te Escuto, na madrugada de quinta-feira, 25, o titular do programa religioso da Record, Marcio Carotti, decidiu se pronunciar na edição da madrugada deste sábado, 27.

Em uma participação por Skype, na quinta, o grupo improvisou um pagode e questionou o religioso: "meu amigo bispo, uma coisa que eu não 'to' ligado, me diz por que dar o bumbum é pecado". Constrangido, o apresentador apenas riu. "Amigo bispo, me diz como é que faz, será que pelo Skype dá pra tirar o Satanás", emendou o grupo.

Dois dias depois, após ver o vídeo viralizar na internet, Carotti decidiu se pronunciar sobre a pergunta feita pelos pagodeiros. Afinal, é pecado praticar o sexo anal?

"Fizemos um programa a respeito da comédia, qual o limite da piada. Teve até um grupo que participou, Pagode da Ofensa, e fizeram um pagodinho sobre 'por que era pecado dar o bumbum', não foi isso? Correu nas redes sociais isso aí", disse o bispo, citando uma passagem bíblica do livro I Coríntios.

"A nossa fé é definida. Está escrito que tudo é lícito, mas nem tudo convém. Sabe o que isso quer dizer? Há coisas que não convêm praticar. Por exemplo, o sexo anal. O lugar que foi feito para sair a sujeira não é lugar para entrar nada. É incoerente. O que está escrito? Há coisas lícitas mas não convêm praticar. Sexo anal não convém praticar. Essa é a resposta, está escrito", explicou.

Carotti ainda disse que sua religião não é a responsável por ele se posicionar contra a prática do sexo anal, e citou os riscos à saúde para reforçar sua defesa. "O médico orienta a respeito disso, que muitas doenças genitais são causadas por esse tipo de sexo. É importante a gente colocar, não há nenhum constrangimento de falar a respeito disso. Agora, cada um é livre e faz o que quer, o que achar melhor", finalizou.