Madonna é acusada por fãs de homenagear mais a si do que Aretha Franklin, durante VMA

Redação - O Estado de S.Paulo

Rainha do pop fez um tributo à rainha do soul, que morreu no último dia 16

Madonna na cerimônia de entrega do prêmio Video Music Awards 2018, da MTV.

Madonna na cerimônia de entrega do prêmio Video Music Awards 2018, da MTV. Foto: EFE/Jason Szenes

Madonna surgiu no palco do VMA 2018 da MTV para entregar o principal prêmio da noite, de melhor clipe. Porém, a participação dela foi além. A rainha do pop completou 60 anos de idade no dia em que Aretha Franklin morreu, em 16 de agosto. Durante a cerimônia em Nova York na noite desta segunda-feira, 20, a cantora fez um longo discurso contando como a diva do soul impulsionou a carreira dela, indiretamente. No passado, Madonna teria sido recusada para ser backing vocal de Aretha, mas executivos franceses teriam dado uma chance à rainha pop para trabalhar com Giorgio Moroder, lendário produtor da música eletrônica.

 

Em 1984, Madonna se apresentou com Like a Virgin na primeira edição do VMA: "Perdi meu sapato e disfarcei na performance. Meu agente disse que aquilo seria meu fim. Bem, veja onde estou hoje", declarou a estrela, arrancando suspiros e aplausos da plateia.

 

Assista ao vídeo:

 

Madonna entregou o prêmio de Melhor Clipe do Ano a Camila Cabello, por Havana. A cantora cubana abraçou e fez reverência à rainha do pop. Os fãs de ambas foram à loucura.