'La Casa de Papel 5': Netflix lança vídeo dos bastidores; veja

Bárbara Correa* - O Estado de S.Paulo

Atores comentam sobre o icônico macacão vermelho em vídeo inédito; confira também 5 curiosidades sobre a série

Cena da série 'La Casa de Papel'.

Cena da série 'La Casa de Papel'. Foto: Tamara Arranz Ramos/Netflix

*TEXTO ATUALIZADO EM 27 DE AGOSTO DE 2021, ÀS 12H59

A Netflix divulgou nesta sexta-feira, 27, um vídeo inédito dos bastidores da quinta temporada de La Casa de Papel e algumas curiosidades sobre a série de sucesso. No vídeo, o elenco fala sobre a importância de usar o macacão vermelho. 

Alguns atores como Jaime Lorente, intérprete do personagem Denver, Itziar Ituño, atriz que dá vida a Raquel, e Esther Acebo, Estocolmo, revelam que o incônico figurino ajuda a entrar no personagem e representa valentia. 

A quinta temporada da série será dividida em duas partes. Os primeiros cinco episódios chegam na plataforma de streaming no dia 3 de setembro. Já os cinco episódios finais entram no catálogo no dia 3 de dezembro.

“Nós estamos sempre em busca de algo único. É preciso, de alguma maneira, ter um diferencial, uma identidade e DNA próprio”, diz  Álex Pina, criador do seriado. “Por isso que todos os nossos ladrões e reféns deveriam usar uniformes para que o macacão vermelho se tornasse peça chave no visual da série”, conta o diretor Jesús Colmenar.

 

 

 

 

Veja 5 curiosidades sobre La Casa de Papel:

  • 2 mil minutos de ação e dois roubos depois, estamos a 7 dias da estreia de La Casa de Papel Parte 5: Volume 1.
  • Ao longo das temporadas, foram utilizadas nas filmagens mais de 300 locações em 7 países.
  • As gravações aconteceram na Espanha, Tailândia, Dinamarca, Panamá, Portugal, Itália e Reino Unido, onde foram filmadas as cenas do cofre inundado do Banco da Espanha.
  • 6 mil barras de ouro cenográficas foram produzidas para a série e 1 milhão de notas de 50 euros, também cenográficas, foram impressas para serem atiradas nas ruas de Madri.
  • Em 41 episódios, todo esse tesouro foi disputado com o uso de 275 armas diferentes, somadas às 150 munições de guerra que Gandía mantém em seu arsenal privado dentro do Banco da Espanha.

 

*Estagiária sob supervisão de Charlise Morais