Julie Chen se afasta do Big Brother dos EUA após marido ser acusado de assédio sexual

Redação - O Estado de S.Paulo

O dono da emissora que transmite o programa, Leslie Moonves, enfrenta denúncias desde julho; esposa adotou a medida para 'limpar o nome' do empresário

A apresentadora Julie Chen.

A apresentadora Julie Chen. Foto: Instagram / juliechencbs

A apresentadora do Big Brother dos Estados Unidos, Julie Chen, se ausentou do cargo na segunda-feira, 17. O motivo da saída foi a renúncia de seu marido e chefe, Leslie Moonves, da presidência da CBS por denúncias de abuso sexual, após 25 anos no comando da emissora.

De acordo com a CNN, fontes próximas à Julie explicaram que ela deixará o programa para se dedicar à família diante do momento turbulento. "Ela decidiu que seu foco principal precisa ser limpar o nome de seu marido das acusações feitas", afirmaram.

O casal encara as acusações desde julho deste ano, quando o Moonves já estava em processo de desligamento da CBS. A polêmica se disseminou quando a campanha #MeToo - tocada nas redes sociais contra o assédio e a agressão sexual - passou a criticá-lo.

Na época, Julie declarou apoio ao marido no Twitter. "Leslie é um bom homem, um pai carinhoso, esposo atencioso e um líder corporativo inspirador", escreveu. "Ele sempre foi decente e um ser humano moral. Eu apoio totalmente meu marido", completou.

Ainda não se sabe se a apresentadora vai voltar ao programa. Chen e Moonves são casados desde 2004 e têm um filho, o Charlie, de 8 anos

VEJA TAMBÉM: Veja personalidades que já se envolveram em casos de assédio ou abuso sexual