Globoplay lança documentário: ‘Domingão com Huck: A História da História’

Rafael Nascimento - Especial para o Estadão

Documentário acompanha a rotina e os bastidores da criação do programa e momentos de Luciano Huck com a família

Luciano Huck durante depoimento para o documentário.

Luciano Huck durante depoimento para o documentário. Foto: Globo

O Globoplay lançou nesta quinta-feira, 3, o documentário original Domingão com Huck: A História da História que mostra os bastidores da vida do apresentador do programa, Luciano Huck, e os desafios da construção do novo dominical, que substituiu o Domingão do Faustão, após a ida de Fausto Silva para a Band

Com direção de Guilherme Melles e Michel Coeli, o documentário acompanha a rotina e os bastidores da criação do programa, com os eventos pré e pós a assinatura do contrato mais importante da carreira de Huck.

Ao longo dos 90 minutos, o público também vai poder acompanhar Luciano desempenhando um papel mais íntimo, o de pai e marido, na intimidade de casa, com sua família. Huck destaca que o documentário tem três grandes propósitos:

“O primeiro é mostrar um lado da TV pouco conhecido, que é o lado desarmado, de cara lavada, sem filtro, que não esconde as angústias e os percalços da produção. O segundo é reforçar nossa estratégia de explorar novos formatos de conexão com as pessoas, de ser um programa que vai de domingo a domingo, o que implica uma presença inteligente no ambiente digital e em plataformas de impacto como o Globoplay", afirma.

"O terceiro é reiterar, de peito aberto, nossa missão de ser um programa inspirador, que resgata o que o brasileiro tem de melhor, voltado para toda a família. E o documentário é também um modo de celebrar o crescimento expressivo da audiência e as conquistas de um time tão diverso. Todo ele comprometido em fazer um produto autêntico e responsável”, conclui. 

O longa ainda conta com depoimentos do diretor artístico do programa, Hélio Vargas, da  diretora geral, Clarissa Lopes, e de outros profissionais da equipe de Huck.

“O documentário é um registro muito interessante de um período importante para o programa e também para o time que estava lá trabalhando. Daqui alguns anos vamos assistir de novo e ver coisas que não observamos enquanto estávamos fazendo. Fico sempre curioso para saber a reação das pessoas ao ver o que produzimos, espero que elas gostem!”, diz o diretor artístico Hélio Vargas.