Globo se posiciona sobre vídeo de Emilly com advogada e médico no 'BBB 17'

Redação - O Estado de S.Paulo

'Em cumprimento a uma decisão judicial, as imagens foram entregues às autoridades competentes na ação movida pelo ex-participante do 'BBB', Marcos Harter, contra a Globo', informou a emissora

Emilly e Marcos; expulsão levou à discussão sobre relacionamento

Emilly e Marcos; expulsão levou à discussão sobre relacionamento Foto: PAULO BELOTE/GLOBO

A Globo divulgou nota com seu posicionamento em relação ao vazamento de um vídeo que ganhou destaque em redes sociais nesta quinta-feira, 27. Nele, Emilly Araújo, vencedora do BBB 17, conversa com uma advogada e um médico, na ocasião em que teria sofrido agressões de seu então namorado na casa, Marcos Harter.

"A Globo tem rígidas medidas de segurança da informação constantemente revistas. No caso específico dessas imagens, em cumprimento a uma determinação judicial, elas foram entregues às autoridades competentes na ação movida pelo ex-participante do BBB, Marcos Harter, contra a Globo", informou a emissora em comunicado.

Marcos Harter foi expulso do Big Brother Brasil a poucos dias da final da atração, em 2017. Ele foi indiciado e investigado por agressão contra Emilly, com quem tinha um relacionamento na casa. Na ocasião, afirmou que não tinha a intenção de "machucar física ou emocionalmente".

Em março de 2020, a colunista Fábia Oliveira noticiou que Harter entrou na Justiça contra a emissora buscando R$ 750 mil em indenização por danos morais.