Funcionário morto a tiros faz Globo suspender gravação de série

Redação - O Estado de S.Paulo

Eletricista Francis de Souza morreu na cidade de Maricá, no Rio; o maquinista Carlos Adell também foi ferido e está em hospital

Elenco da série 'Shippados' em conversa durante a CCXP 2018.

Elenco da série 'Shippados' em conversa durante a CCXP 2018. Foto: Fábio Rocha / Globo / Divulgação

As gravações de Shippados, uma das próximas séries a ser lançada pela Globo, que ocorreriam nesta terça-feira, 11, foram suspensas após a morte de um eletricista da equipe, funcionário Francis Ferreira de Souza. O funcionário levou um tiro quando chegava em sua casa, na cidade de Maricá.

Francis estava ao lado do maquinista da equipe, Carlos Niedson Faria Adell, que foi ferido na perna e atualmente está em um hospital no Rio de Janeiro. Segundo nota emitida pela emissora, o crime está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios de São Gonçalo.

A série Shippados conta com Tatá Werneck e Eduardo Sterblitch no elenco, e é de autoria de Fernanda Young.

Confira a íntegra da nota emitida pela Comunicação da Globo abaixo:

"As gravações da série Shippados em Maricá foram suspensas hoje em função da morte do funcionário Francis Ferreira de Souza, eletricista da equipe, ontem à noite. Ele foi baleado quando chegava em casa, em Maricá, após um jantar, acompanhado do colega Carlos Niedson Faria Adell, maquinista da equipe, que se feriu na perna e está sendo transferido para um hospital na cidade do Rio de Janeiro. A Delegacia de Homicídios de São Gonçalo está investigando o crime."