‘Fim da série foi libertador’, desabafa George R. R. Martin ao lembrar ‘Game of Thrones’

Redação - O Estado de S.Paulo

Escritor revela que pressão para terminar livros o prejudicou

George R. R. Martin, autor dos livros que deram origem à série 'Game of Thrones'

George R. R. Martin, autor dos livros que deram origem à série 'Game of Thrones' Foto: Danny Moloshok / Reuters

A última temporada de Game of Thrones terminou em maio, mas até agora está dando o que falar.

Em entrevista ao jornal The Guardian, o escritor George R. R. Martin disse que se sentiu aliviado com o fim da série. O autor diz que se sentiu pressionado para terminar os livros, o que teria prejudicado o desenvolvimento da obra.

“O estresse era enorme. Eu não acho que foi bom para mim, porque exatamente o que deveria me fazer acelerar me atrasou. Eu ficava pensando: ‘Meu Deus, tenho que terminar esse livro’. A série tendo acabado foi libertador”, desabafou.

R. R. Martin ressalta que, agora, segue o próprio passo autoral. “Tenho bons dias e dias ruins. E o estresse é bem menor, apesar de ainda existir”, disse.

Sobre o fato de o final da série desagradar os fãs, o escritor respondeu: “Você não pode agradar a todos, então, precisa agradar a si mesmo”.

Em julho, o criador de Game of Thrones chegou a admitir que já pensou em mudar a história, mas não ouvirá a opinião alheia.