Filme da 'Mulher Maravilha' é proibido de ser exibido no Líbano

Redação - O Estado de S.Paulo

O fato de o longa ser protagonizado por uma atriz israelense não agradou as autoridades locais

No filme 'Mulher Maravilha', Gal Gadot interpreta personagem em 1918, durante a Primeira Guerra

No filme 'Mulher Maravilha', Gal Gadot interpreta personagem em 1918, durante a Primeira Guerra Foto: Clay Enos/ Warner

O filme Mulher Maravilha, uma das mais aguardadas produções de super-heróis deste ano, e que tem lançamento previsto para a próxima quinta-feira, 1º, no Brasil, vem enfrentando alguns problemas para ser exibido no Oriente Médio.

De acordo com o site Variety, o governo do Líbano teria proibido oficialmente o longa de ser exibido em território libanês, em decisão de um comitê do Ministério da Economia formado por seis pessoas.

A proibição teria sido motivada pelo fato de Gal Gadot, a atriz que interpreta a personagem principal, ser israelense, já tendo inclusive feito parte do exército israelense, e utilizado algumas de seus aprendizados no período para as gravações do filme.

Líbano e Israel são países que têm relações bastante conturbadas já há algumas décadas.