'Éramos Seis': veja a história da novela e diferenças do remake

Redação - O Estado de S.Paulo

Novela das 6 da Globo estreia nesta segunda-feira, 30, e traz uma uma nova versão da trama que foi ao ar no SBT em 1994

'Éramos Seis': comparação entre personagens da versão de 1994, exibida no SBT, e a da Globo, que estreia o remake da novela em 30 de setembro de 2019.

'Éramos Seis': comparação entre personagens da versão de 1994, exibida no SBT, e a da Globo, que estreia o remake da novela em 30 de setembro de 2019. Foto: Raquel Cunha / Globo / 'Éramos Seis' / Divulgação | C. Inácio / SBT / Divulgação

Éramos Seis, nova novela das 6 da Globo, estreia nesta segunda-feira, 30. O remake, escrito por Ângela Chaves, é baseado na versão exibida no SBT em 1994, escrita por Silvio de Abreu e Rubens Ewald Filho

A produção, escrita por também é livremente inspirada em Éramos Seis, livro de Maria José Dupré, que também teve outras versões em novelas, feitas em 1958, na Record, e 1967 e 1977, na Tupi.

A história tem foco na protagonista Lola (Gloria Pires), casada com Júlio (Antonio Calloni), com quem tem quatro filhos: Carlos (Xande Valois), Alfredo (Pedro Sol / Nicolas Prattes), Julinho (Davi de Oliveira) e Isabel (Maju Lima / Giullia Buscacio).

Em entrevista ao Estado (clique aqui para ler a íntegra), Gloria Pires falou sobre seu papel em Éramos Seis: "Eu tenho a impressão de que a autora quer valorizar a sororidade, enaltecendo o papel que sempre foi das mulheres, mesmo não sendo reconhecido, de mola propulsora, pois são elas, e ainda o são em grande parte do tempo, quem tem a função de cuidar da família."

'Éramos Seis': Globo estreia versão de novela que foi exibida no SBT em 1994 nesta segunda-feira, 30 de setembro de 2019.

'Éramos Seis': Globo estreia versão de novela que foi exibida no SBT em 1994 nesta segunda-feira, 30 de setembro de 2019. Foto: Raquel Cunha / Globo / Divulgação

"O Júlio teve uma educação muito rígida, apanhava do pai, que tinha a intenção de fazê-lo tomar a atitude correta com a vida, e ele repete esse método com os filhos homens, o que não faz com a filha, que é sua predileta, nem com a Lola, por quem tem muito carinho", analisou Antonio Calloni sobre seu personagem.

Susana Vieira interpreta Emília em Éramos Seis, seu primeiro papel após ter tornado público seu caso de leucemia. Ela será  Ela será a tia mais rica de Lola, uma viúva que tem duas filhas, Justina (Julia Stockler) e Adelaide (Joana de Verona).

O ator português Ricardo Pereira está no elenco como o personagem Almeida. Clique aqui para ler mais sobre ele.

Othon Bastos, que interpretou Júlio na versão de 1994, volta a Éramos Seis no papel do padre Venâncio.

Confira abaixo os atores e atrizes que estão no elenco do remake de Éramos Seis, com seus respectivos personagens na história da trama:

Raquel Cunha / Globo / 'Éramos Seis' / Divulgação
Ver Galeria 49

49 imagens

Diferenças entre as versões de Éramos Seis

Uma das principais diferenças entre a versão de 1994 e a de 2019 está na família formada por Afonso (Cássio Gabus Mendes), Shirlei (Bárbara Reis) e Inês (Gabriela Saraivah / Carol Macedo). Na versão original, até os nomes eram diferentes: Alonso (Umberto Magnani), Pepa (Nina de Pádua) e Carmencita (Júlia Ianina / Eliete Cigarini).

Enquanto na versão do SBT tratava-se de uma família de origem espanhola, o remake aborda a questão racial, uma vez que Shirlei foi abandonada grávida por seu ex-namorado, João Aranha (Caco Ciocler - clique aqui para ler mais sobre o personagem) por conta do preconceito vindo de sua família.

'Éramos Seis': Globo estreia versão de novela que foi exibida no SBT em 1994 nesta segunda-feira, 30 de setembro de 2019.

'Éramos Seis': Globo estreia versão de novela que foi exibida no SBT em 1994 nesta segunda-feira, 30 de setembro de 2019. Foto: SBT / Divulgação

O casal formado por Olga (Maria Eduarda Carvalho) e Zeca (Eduardo Sterblitch), por exemplo, foi vivido por Denise Fraga e Osmar Prado na versão de 1994. Na ocasião, os dois tinham 18 anos de diferença entre si - diante de apenas quatro anos entre o casal da versão atual.

Em entrevista ao Estado (clique aqui para ler a íntegra), a autora de Éramos Seis, Ângela Chaves, falou sobre as mudanças da trama: "É muito importante fazer mudança de tom, observar a maneira como se comportavam, falavam. Tem coisas que não cabem mais, que chocam, tem que dar uma atualizada em ritmo, tom, alterações de posturas dos personagens, quem já viu vai perceber."

'Éramos Seis': Globo estreia versão de novela que foi exibida no SBT em 1994 nesta segunda-feira, 30 de setembro de 2019.

'Éramos Seis': Globo estreia versão de novela que foi exibida no SBT em 1994 nesta segunda-feira, 30 de setembro de 2019. Foto: Monica Zarattini / Estadão

"Uma alteração importante é a postura da Lola, que não é uma Lola feminista. O característico é ser uma mulher da época, que acreditava que a mulher tinha de ser sustentada pelo homem e ama sua família", prossegue.

Por fim, a autora de Éramos Seis conclui: "Ela, porém, tem voz, reage. E aí existe um descompasso entre o que dona Lola quer e o que ele [Júlio] quer. A Lola representa uma época e, aos poucos, vai percebendo essa sua voz."

Confira a seguir as diferenças entre o elenco da versão de Éramos Seis de 1994 e o remake da novela, de 2019:

SBT / Divulgação | Raquel Cunha / Globo / Divulgação | Monica Zarattini / Estadão | Raquel Cunha / Globo / Divulgação
Ver Galeria 43

43 imagens