Episódio de ‘The Office’ com casamento de Jim e Pam teria morte de cavalo

João Pedro Malar* - O Estado de S.Paulo

História chegou a ser cogitada pelo diretor de ‘Niagara’, mas acabou sendo abandonada após discordâncias de roteiristas e de Steve Carell

Cena do episódio 'Niagara' da série 'The Office'

Cena do episódio 'Niagara' da série 'The Office' Foto: Reprodução

O episódio Niagara, da sexta temporada de The Office, é um dos preferidos dos fãs por mostrar o casamento dos personagens Jim (John Krasinski) e Pam (Jenna Fischer). Originalmente, porém, o episódio seria muito mais estranho, contando com um enredo paralelo que terminaria na morte de um cavalo.

A história faz parte do livro The Office: The Untold Story of the Greatest Sitcom of the 2000s: An Oral History, lançado em março de 2020, que conta as histórias de bastidores da série e de alguns dos seus episódios mais famosos. No caso de Niagara, o diretor responsável pelo episódio,  Paul Feig, foi quem teve a ideia do enredo com o cavalo.

Os trechos do livro, divulgados pelo site Collider, mostram que Feig e os roteiristas do episódio, Greg Daniels e Mindy Kaling, planejavam duas partes no enredo: primeiro o personagem Roy, vivido por David Denman, iria tentar reconquistar Pam, e alugaria um “belo cavalo branco” para aparecer no local do casamento. Ao descobrir que ela estava realmente apaixonada por Jim, ele ficaria sem saber o que fazer com o animal.

É aí que entraria Dwight, interpretado por Rainn Wilson, que ficaria interessado no animal e pegaria para ele. Feig planejava que Dwight tivesse um “impulso genético” de se jogar nas Cataratas do Niágara, onde o episódio ocorre, e tentaria fazer isso ao fim do episódio, mas desistiria no momento. O cavalo, então, se jogaria sozinho e apareceria ao fundo enquanto Jim e Pam se beijam em um barco.

Achou estranho? Bom, não foi o único. Feig relata que levou a ideia para os roteiristas da série e a grande maioria deles foi contra, inclusive por achar que a cena ia contra o tom de humor mais realista da série. Quem encerrou a questão foi Steve Carell, que além de protagonizar também era produtor de The Office.

“Eu amo todos vocês, mas isso é uma piada de desenho animado. Isso é uma piada que você talvez encontrasse nos Simpsons. Eu sei que muitas pessoas pensam que The Office já pulou o tubarão [expressão usada quando uma produção faz algo estranho para atrair audiência] de muitos jeitos, mas deixa eu dizer, jogar um cavalo nas Cataratas do Niágara é realmente pular o tubarão. Eu não sou a favor”, disse ele. 

A ideia, então, foi descartada, e o episódio acabou ficando no formato que os fãs conhecem e amam hoje em dia, com a famosa cena da dança de casamento que reuniu o elenco da série. 

*Estagiário sob supervisão de Charlise Morais