Emissora norte-americana quer aumentar número de mulheres em posições de direção

Redação - O Estado de S.Paulo

A NBC criou um projeto para valorizar diretoras em suas produções a partir de 2018

Novo projeto da NBC promete dar mais chances a mulheres de dirigirem produções feitas pela emissora norte-americana.

Novo projeto da NBC promete dar mais chances a mulheres de dirigirem produções feitas pela emissora norte-americana. Foto: Clay Enos / DC Comics

A emissora norte-americana NBC divulgou na quinta-feira, 3, o projeto Female Forward (Mulheres em Frente, em tradução livre), que pretende resultar em um aumento no número de diretoras à frente das produções de entretenimento.

Criado em parceria com a diretora Lesli Linka Glatter, que dirigiu episódios de séries como Mad Men e Homeland e agora é a showrunner da série Law & Order True Crime: The Menendez Brothers, o projeto visa trazer pelo menos 10 mulheres para dirigirem episódios das séries da NBC em 2018.

Em um primeiro momento, as 10 escolhidas farão estágios com diretores veteranos das séries com a promessa de dirigirem pelo menos um episódio futuramente. “Não deveria ser mais difícil para nossas filhas trabalharem como diretoras do que nossos filhos. Estou certa que esse projeto pode fazer a diferença na indústria. É uma honra trabalhar em um projeto pioneiro como este”, disse Linka Glatter em comunicado enviado para a imprensa, citado no site Mashable.

Apesar de filmes e séries dirigidas por mulheres estarem fazendo sucesso em 2017, um levantamento feito pelo Center for the Study of Women in Television and Film mostrou que apenas 7% das 250 produções mais rentáveis em 2016 foram dirigidas por mulheres. Uma queda de dois pontos percentuais se comparado com 2015.

VEJA TAMBÉM: Personagens clássicos que 'viraram' mulheres.