Eliana retorna ao SBT: 'Comemorando a maior vitória de nossas vidas'

Redação - O Estado de S.Paulo

Apresentadora ficou afastada da emissora por cinco meses após ter tido um descolamento de placenta durante a gravidez

Eliana voltou a apresentar o 'Programa Eliana' após cinco meses afastada por causa de complicações na gravidez.

Eliana voltou a apresentar o 'Programa Eliana' após cinco meses afastada por causa de complicações na gravidez. Foto: Lourival Ribeiro/SBT

O último fim de semana foi muito especial para Eliana, pois ela voltou aos palcos do SBT após cinco meses afastada por conta de complicações durante a gravidez. A apresentadora, que deu à luz Manuela em setembro, comandou uma parte do Teleton 2017 e, no domingo, voltou ao Programa Eliana.

"Pensando em como foi mágico estar com vocês, de volta, no Teleton", escreveu Eliana na legenda de uma foto publicada no Instagram. No dia seguinte, ela comemorou o retorno ao seu programa.

"Bom dia, meu amores! Hoje é um dia para lá de especial. Depois de quase cinco meses longe do programa, estou de volta! Agradeço à linda mamãe Patrícia Abravanel pelo carinho e respeito, a vocês pelas orações e principalmente a Deus pela graça alcançada. Dia de muita alegria e comemoração em nossa família, feliz em retornar ao palco do programa comemorando a maior vitória de nossas vidas. Muito obrigada pela audiência e pelo carinho!", escreveu Eliana no Instagram.

 

Mas as comemorações não ficaram só nas redes sociais e, durante o Programa Eliana, foi exibida uma reportagem gravada na casa da apresentadora, feita por Roberto Cabrini. Ela disse que as complicações na gravidez deram muito medo: "Eu achei que fosse morrer um dia antes do nascimento da minha filha. Eu tive um surto, um medo. Apesar de todo o medo, de toda a tristeza, foi muito bom ter ficado no colo da minha mãe. Se eu não tivesse a minha mãe por perto, se eu não tivesse tido a bênção de ter sido mãe pela primeira vez do Arthur, se eu não tivesse a história de vida que tive lá atrás, a criação, educação dos meus pais, talvez eu não conseguisse passar por tudo isso sorrindo e tendo coisas boas para contar", falou.