Dwayne Johnson afirma que foi a ‘primeira escolha’ para apresentar o Oscar 2019

Redação - O Estado de S.Paulo

Pela primeira vez em três décadas, a cerimônia não terá um apresentador

Ator Dwayne Johnson

Ator Dwayne Johnson Foto: Lucy Nicholson/Reuters

Dwayne Johnson declara que foi ‘a primeira escolha’ para ser o apresentador da 91ª cerimônia do Oscar, que ocorrerá em 24 de fevereiro de 2019, com transmissão pela ABC. A afirmação foi feita pelo Twitter quando o ator respondeu a uma mensagem de um seguidor, que questionava sobre o assunto.

“Ah, cara, eu fui a primeira escolha deles para sediar este ano e meu objetivo era tornar o Oscar mais divertido de todos os tempos”, disse Dwayne, antes de acrescentar que sua agenda de filmagem foi o que impediu de fazer o show.

“Todos nós nos esforçamos muito, mas não conseguimos fazer isso, já que estou filmando Jumanji. A Academia e eu estávamos super chateados, mas talvez um dia”, disse.

 

 

Pela primeira vez em quase três décadas, o dia mais importante da indústria cinematográfica não terá um representante, de acordo com um artigo publicado pela revista Variety.

No início de dezembro, o comediante Kevin Hart anunciou que desistiu de apresentar a cerimônia.

O ator disse que não pretende ser uma distração para a premiação depois de gerar polêmica por conta de antigos tuítes com conteúdo considerado homofóbico. Após a desistência dele, a Academia não cogitou nenhum nome para substituí-lo.