Dia das Mães: Relembre as melhores e piores mães das novelas

Beatriz França - Especial para o Estadão

Lista tem desde Maria do Carmo, em 'Senhora do Destino', até Carminha, em 'Avenida Brasil'

No Dia das Mães, relembre as melhores e piores mães das novelas. Maria do Carmo (Susana Vieira) e Dona Lurdes (Regina Casé) estão no topo da lista, enquanto Nazaré Tedesco (Renata Sorrah) e Carminha (Adriana Esteves) ficam no final.

No Dia das Mães, relembre as melhores e piores mães das novelas. Maria do Carmo (Susana Vieira) e Dona Lurdes (Regina Casé) estão no topo da lista, enquanto Nazaré Tedesco (Renata Sorrah) e Carminha (Adriana Esteves) ficam no final. Foto: TV Globo, Rede Globo/ Renato Rocha Miranda e Rede Globo / Alex Carvalho

Neste domingo, 8, é comemorado o Dia das Mães, uma data especial para presentear e homenagear a pessoa que nos deu a vida. E quando pensamos em mães, imaginamos aquelas que são inspiradoras e sempre querem o nosso bem. 

Mas, nem sempre é assim... Principalmente quando estamos falando sobre as mães das novelas. Existem aquelas que aquecem o coração, como a Dona Lurdes, de Amor de Mãe, e Maria do Carmo, em Senhora do Destino, mas também têm algumas que são terríveis e que todo mundo quer passar longe: Nazaré Tedesco, de Senhora do Destino; e Carminha, de Avenida Brasil, são exemplos disso.

Para comemorar a data, reunimos as melhores e piores mães das novelas. Começando pela melhor, confira a lista completa:

 

 

Maria do Carmo, 'Senhora do Destino'

 

Maria do Carmo (Susana Vieira), em 'Senhora do Destino', é a melhor mãe das novelas graças a sua garra em reencontrar a filha sequestrada.

Maria do Carmo (Susana Vieira), em 'Senhora do Destino', é a melhor mãe das novelas graças a sua garra em reencontrar a filha sequestrada. Foto: TV Globo

 

A personagem de Susana Vieira foi sozinha com os filhos para o Rio de Janeiro porque queria uma vida melhor para a família, mas, em meio a um conflito, ela perdeu sua filha Lindalva (Carolina Dieckmann). 

Maria do Carmo (Carolina Dieckmann/Susana Vieira) precisava levar o filho Reginaldo para o hospital, pois ele estava ferido por uma pedra, e acreditou em Nazaré Tedesco (Adriana Esteves/Renata Sorrah) para cuidar da criança. Vestida de enfermeira, ela se ofereceu para cuidar da pequena Lindalva - que foi sequestrada pela vilã.

Apesar de tantas dificuldades, Maria do Carmo se tornou uma empresária de sucesso e prezou sempre pela felicidade de seus filhos. Depois de muita busca, ela finalmente encontrou a filha que tanto buscava e a cena foi regada a choro.

 

 

Dona Lurdes, em 'Amor de Mãe'

 

 

Em Amor de Mãe, Dona Lurdes (Regina Casé) teve quatro filhos: Magno, Ryan, Domênico e Érica, mas enquanto estava na maternidade em trabalho de parto de Érica, o seu marido Jandir (Daniel Ribeiro) vendeu Domênico (Chay Suede) com dois anos de idade para uma traficante de crianças do Rio de Janeiro.

Assim que descobriu o que aconteceu, Lurdes saiu do Rio Grande do Norte e foi para a cidade carioca com os três filhos. No caminho, ela encontrou uma criança recém-nascida que tinha sido abandonada na estrada e assim Camila (Jéssica Ellen) entrou para a família. Ou seja, a personagem de Regina Casé era uma mãezona que abraçava todo mundo.

Já no Rio de Janeiro, mesmo com tantas dificuldades que passou, a casa de Dona Lurdes era um "doce lar". Ela batalhava incondicionalmente para dar o melhor para os filhos e em nenhum momento desistiu de encontrar seu filho, tanto que conseguiu encontrá-lo e até conviveram juntos (sem saber que eram mãe e filho). No final da novela, o reencontro oficial dos dois foi emocionante e rendeu choros de Lurdes e Domênico no meio do nada.

 

 

Dona Jura, 'O Clone'

 

Em O Clone, Dona Jura (Solange Couto) é uma mãe batalhadora e que cuida de seu filho Xande (Marcello Novaes) da melhor forma possível. Viúva, a dona do bar mais frequentado da novela faz de tudo para proteger o rapaz. Ela também ficou conhecida pelo bordão "não é brinquedo não".

Na novela, a personagem de Solange Couto defende o filho com unhas e dentes da família de Mel (Débora Falabella), que tem preconceito por ele não ser de família rica como a amada. Ele foi acusado de roubo e de incentivar a garota a usar drogas, mas Dona Jura esteve ao lado dele em todas as situações e fez o papel de "mãezona" para defendê-lo. 

 

 

Helena, 'Laços de Família'

 

Em 'Laços de Família', Helena (Vera Fischer) abriu mão de um amor por sua filha Camila (Carolina Dieckmann) e até engravidou novamente para curá-la do câncer.

Em 'Laços de Família', Helena (Vera Fischer) abriu mão de um amor por sua filha Camila (Carolina Dieckmann) e até engravidou novamente para curá-la do câncer. Foto: Nelson Di Rago

 

Em Laços de Família, a personagem de Vera Fischer mostrou que é uma mãe nota 10 e que está disposta a tudo por amor aos filhos. Helena abriu mãe de um namoro com Edu (Reynaldo Gianecchini), pois sua filha Camila (Carolina Dieckmann) também estava apaixonada por ele.

Ela também engravidou novamente para tentar encontrar a cura para o câncer de Camila, pois precisava da célula tronco do cordão umbilical. E não é que as pessoas estão certas quando falam que mãe faz de tudo por um filho?

 

 

Mãe Lucinda, 'Avenida Brasil'

 

Em 'Avenida Brasil', Mãe Lucinda (Vera Holtz) cuidava das crianças que eram deixadas no lixão da novela.

Em 'Avenida Brasil', Mãe Lucinda (Vera Holtz) cuidava das crianças que eram deixadas no lixão da novela. Foto: Rede Globo/Renato Rocha Miranda

 

A Mãe Lucinda (Vera Holtz) dava abrigo para crianças que eram abandonadas em um depósito de lixo, onde ela morava durante a novela Avenida Brasil. Ela ajudou a criar Batata/Jorginho (Bernardo Simões/Cauã Reymond) e Rita/Nina (Mel Maia/Débora Falabella). Além de criar as crianças, ela também incentivava Jorginho e Nina a ficarem juntos quando adultos. 

 

 

Celina, 'Quanto Mais Vida Melhor'

 

Em 'Quanto Mais Vida Melhor', Celina (Ana Lucia Torre) tenta controlar todos os passos de seu filho Guilherme (Mateus Solano) e acaba passando dos limites.

Em 'Quanto Mais Vida Melhor', Celina (Ana Lucia Torre) tenta controlar todos os passos de seu filho Guilherme (Mateus Solano) e acaba passando dos limites. Foto: Globo / Fabio Rocha

 

No ar em Quanto Mais Vida, Melhor, a personagem de Ana Lucia Torre deixa o filho Guilherme (Mateus Solano) nos nervos. Com justificativa de querer proteger o filho, ela atormentou o primeiro casamento do médico cirurgião, que foi com Rose (Bárbara Colen), e está tirando a paz do novo relacionamento dele, com Flávia (Valentina Herszage).

Nos últimos capítulos que foram exibidos na Globo, Celina entrou com uma interdição judicial para seu filho, pois alega que as atitudes de Guilherme estão estranhas e que ele precisa de tratamento psiquiátrico. Tudo porque ele se casou sem avisar ninguém da família e está esperando um filho com Flávia.

 

 

Eva, 'A Vida da Gente'

 

Em 'A Vida da Gente', Eva (Ana Beatriz Nogueira) era uma mãe que não aceitava ser deixada de fora dos assuntos e rejeitava a filha Manu (Marjorie Estiano).

Em 'A Vida da Gente', Eva (Ana Beatriz Nogueira) era uma mãe que não aceitava ser deixada de fora dos assuntos e rejeitava a filha Manu (Marjorie Estiano). Foto: TV Globo

 

Em A Vida da Gente, Eva (Ana Beatriz Nogueira) tinha duas filhas: Ana (Fernanda Vasconcellos) e Manuela (Marjorie Estiano). Mas enquanto ela era uma mãe presente para a atleta Ana, Manu era deixada de lado e vista como uma invejosa pela própria Eva. 

E mesmo sendo essa "rede de proteção", ela não pode ser considerada uma boa mãe e por isso está no final da lista. Ana ficou em coma durante anos, pois sofreu um acidente com a irmã e para Eva a culpa foi de quem? Da Manuella. Além disso, ela interferia na vida da filha preferida e fazia de tudo para que as coisas saíssem do seu jeito. 

 

 

Flora, 'A Favorita'

 

Em 'A Favorita', Flora (Patrícia Pillar) não mede esforços para se vingar da inimiga, mesmo que os planos envolvam sua filha.

Em 'A Favorita', Flora (Patrícia Pillar) não mede esforços para se vingar da inimiga, mesmo que os planos envolvam sua filha. Foto: TV Globo

 

Em A Favorita, novela que será transmitida no Vale a Pena Ver de Novo, Flora (Patrícia Pillar) só tinha a carinha de anjo a seu favor, pois conseguiu enganar a todos. 

Flora era fria e cauculista, e conseguiu enganar até sua filha, que foi criada por sua inimiga Donatela (Cláudia Raia). O foco da vilã era ferrar com a vida da inimiga e se precisasse acabar com a vida da filha, isso não seria um problema para ela, desde que atingisse o seu principal alvo: a personagem de Claudia Raia. Ou seja, selo de pior mãe para ela.

 

 

Nazaré Tedesco, 'Senhora do Destino'

 

 

Uma das piores mães desta lista é Nazaré Tedesco (Renata Sorrah), de Senhora do Destino. A vilã do folhetim não foi uma das melhores, afinal... Sequestrar uma criança recém-nascida não é uma coisa que a ajudaria a ser a melhor mãe, não é mesmo?

O sequestro aconteceu, pois ela queria mudar de vida e casar-se com seu amante, José Carlos (Tarcísio Filho/Tarcísio Meira), e achou que a única forma de separá-lo da mulher seria com uma filha.

Na novela, Maria do Carmo (Carolina Dieckmann/Susana Vieira) precisava levar o filho Reginaldo para o hospital, pois ele estava ferido por uma pedra, e Nazaré Tedesco (Adriana Esteves/Renata Sorrah) se ofereceu para cuidar de Lindalva. O que a protagonista da novela não esperava era que sua filha seria sequestrada pela suposta enfermeira e Lindalva, que virou Isabel por anos, foi criada por uma das miores vilãs das novelas brasileiras.

 

 

Carminha, 'Avenida Brasil'

 

 

Se é pra falar da pior mãe, o título fica com Carmem Lúcia (Adriana Esteves), pois essa foi uma matriarca desnaturada. Ela já começa a novela jogando a enteada Rita (Débora Falabella) no lixão para ser cuidada pela Mãe Lucinda (Vera Holtz).

Depois, no casamento com Tufão (Murilo Benício), tratava a filha Ágatha (Ana Karolina Lannes) com diversos apelidos maldosos. E seu filho Jorginho, que apesar de ser idolatrado na mansão, quando era mais novo também foi jogado no Lixão da Mãe da Lucinda pela personagem de Adriana Esteves. Selo de péssima mãe e madrasta para Carminha.