Deu match! Confira semelhanças entre 'O Golpista do Tinder' e 'Inventando Anna'

Bárbara Correa - Especial para o Estadão

Ambas produções estão no Top 10 da Netflix neste mês de fevereiro

'Inventando Anna' é baseado na investigação da jornalista Jessica Pressler

'Inventando Anna' é baseado na investigação da jornalista Jessica Pressler Foto: Netflix

Para o bem ou para o mal, os vigaristas estão em alta neste mês no streaming. O Golpista do Tinder estreou no dia 2 de fevereiro na Netflix e o mundo ficou chocado com a malandragem de Simon Leviev no documentário. A produção mostra o falso magnata do ramo dos diamantes enganando mulheres online para ganhar milhões de dólares.

Na semana seguinte, a história de mais uma golpista estreou no catálogo. Inventando Anna foi lançada em 11 de fevereiro e é baseada no artigo The Cut, da jornalista Jessica Pressler. A série mostra a investigação da repórter sobre o caso Anna Delvey, lendária herdeira e influenciadora digital que roubou o coração e o dinheiro da elite de Nova York.

Mesmo que essas histórias tenham acontecido em momentos distintos, elas têm muitos pontos em comum. Confira abaixo algumas curiosidades e semelhanças entre as produções:

 

 

1. Ricos de mentira

Tanto Anna quanto Simon usaram fatos notáveis para corroborar suas farsas. Simon se apresentava como filho do bilionário de diamantes Lev Leviev. Mesmo que Lev seja sim um magnata do ramo, seu parentesco com Simon - cujo nome real é Shimon Hayutar - não existe.

Anna também fingiu ser de família rica, mas se passando por uma herdeira alemã com uma conta recheada. Porém, o sobrenome Delvey e as fortunas eram mais invenções de Anna Sorokin, seu nome verdadeiro.

 

 

2. Grandes grifes

Se é para enganar pessoas milionárias, é preciso agir como tal. Tanto Anna quanto Simon ostentavam roupas luxuosas de grandes grifes como Gucci, Celine e Prada, para compor suas identidades e enganar seus alvos.

 

 

3. Quem vê close não vê corre

 

A atriz Julia Garner interpreta Anna Delvery e Saamer Usmani dá vida ao personagem Chase Sikorski em 'Inventando Anna'

A atriz Julia Garner interpreta Anna Delvery e Saamer Usmani dá vida ao personagem Chase Sikorski em 'Inventando Anna' Foto: AARON EPSTEIN/ NETFLIX

 

Da Grécia ao Marrocos, Anna e Simon construíram um estilo de vida de fachada através de férias luxuosas e extravagantes em todo o mundo (e com muitas postagens no Instagram para provar isso). Mas suas semelhanças não são apenas no glamour.

 

 

4. Do luxo ao lixo

Com seus golpes e mentiras sendo descobertos aos poucos, Anna e Simon logo ficaram sem ter onde morar. Depois que roubaram até os amigos, eles não encontraram mais nenhuma porta aberta e nem um sofá para passar a noite. Além disso, quando acabou a luxo, os vigaristas tiveram que comer até restos de comida - Anna nos metrôs e Simon nos shoppings.

 

 
 
 

5. Pegos na mentira

O que vem fácil, vai fácil, ainda que você seja um picareta profissional. Mesmo que tenham tido tudo do bom e do melhor por um tempo, Simon e Anna acabaram sendo descobertos e acusados por seus diversos crimes.

Apesar de terem sido condenados, alguns ainda acham que a justiça não foi totalmente cumprida. Simon está livre em Israel e Anna completou sua sentença em 2021, mas ainda está em processo de deportação de volta para a Alemanha.