Descubra quem é Leandro Pagliaro, o profissional por trás do olhar de Santo em 'Velho Chico'

- O Estado de S. Paulo

Fotógrafo de 34 anos afirmou em entrevista que "pediu permissão a Montagner" para representar Santo

Cena de Velho Chico filmada por Bruno Lamperi. 

Cena de Velho Chico filmada por Bruno Lamperi.  Foto: Reprodução/Globo

Os fãs de Velho Chico tiveram a oportunidade de se emocionar na última segunda-feira, 26, quando viram a solução da Globo para manter o protagonista Santo na trama após a trágica morte de Domingos Montagner. A produção decidiu usar a câmera subjetiva, um recurso no qual o ator encara a câmera como se ela fosse Santo e o espectador olha a cena no lugar do protagonista. A solução deu o que falar, mas pouca gente sabe que o homem por trás da câmera é um fotógrafo que estudou cinema no Canadá e pediu "permissão" a Montagner para assumir o seu lugar nas filmagens. 

Leandro Pagliaro, de 34 anos, é o responsável por operar o equipamento e interagir com os atores. "Para mim foi uma bênção receber essa oportunidade. É complicado fazer parte daquilo, é uma energia à flor da pele, é muito delicado. Como não tinha áudio valendo, eu conversava com eles", afirmou ao UOL. "Pedi permissão para o Domingos para representar o personagem dele. Sempre dava uma mentalizada e me recolhia em um canto antes de gravar", afirmou. 

Leandro Pagliaro é fotógrafo e estudou em Vancouver, no Canadá.

Leandro Pagliaro é fotógrafo e estudou em Vancouver, no Canadá. Foto: Reprodução/Instagram

Na hora de representar Santo, Pagliaro usa um sapato mais alto, para ficar na altura de Montagner, e uma câmera específica para refletir mais a luz e representar o olhar do personagem. As cenas foram gravadas sem ensaio, na expectativa de deixar tudo mais espontâneo. "Aquilo tudo é uma resposta sensitiva. Eu olhava pelo visor da câmera e ao mesmo tempo olhava muito além, você vai sentindo. Se fosse ensaiado não sairia daquele jeito. As cenas têm muita força, ele continua com a gente. É impossível substituir a figura do Domingos", declarou ao UOL.

"Conseguimos canalizar e encontrar uma maneira de nos despedir de Santo, mesmo que não tenhamos tido a chance de nos despedir do Domingos. Se os atores, os amigos e a equipe não puderam dar um último abraço nele, Bento e Tereza, por exemplo, vão poder", disse Bruno Lamperi, autor da trama, ao GShow.

Pagliaro estudou cinema em Vancouver, no Canadá, e foi assistente de fotógrafos em Nova York e Los Angeles, nos Estados Unidos. Ao retornar ao Brasil, trabalhou como fotógrafo de moda, mas um convite para participar das filmagens da série Suburbia, em 2012, feito pelo diretor Luiz Fernando Carvalho, responsável pelas cenas de Velho Chico, mudou a trajetória do profissional: "Foi ele quem me ensinou a filmar. Eu tinha noção de enquadramento, de proporção, mas aprendi a não deixar esse vazio entre o ator e a câmera, a contar uma história sem essa barreira gigante entre humano e tecnologia", disse Pagliaro ao UOL.

O fotógrafo produziu outros trabalhos de destaque, todos elogiados pelo visual. Exemplos são a série Correio Feminino, exibida em 2013 no Fantástico, o especial de fim de ano Alexandre e Outros Heróis, veiculado em 2013, e a novela das 18 horas Meu Pedacinho de Chão, de 2014.

Confira o instagram de Pagliaro: