‘Criança Esperança’ completa 35 edições e terá apresentações virtuais

João Pedro Malar* - O Estado de S.Paulo

Show será apresentado por Fátima Bernardes, Luciano Huck, Maju Coutinho e outros nomes da emissora, mas não contará com presença de Renato Aragão

'Criança Esperança' terá mesão virtual com artistas para receber doações

'Criança Esperança' terá mesão virtual com artistas para receber doações Foto: Globo / João Miguel

A campanha de doação Criança Esperança, realizado anualmente pela Rede Globo, completa 35 edições em 2020 com diversas mudanças devido à pandemia do novo coronavírus. O tradicional show, porém, foi mantido, e será comandado por apresentadores da emissora.

O primeiro filme que comemora essa marca da campanha passou a ser veiculado pela Globo no domingo, 15. O tema de 2020 está ligado à frase “você tem sempre um bom motivo para doar esperança”, como forma de incentivar as pessoas a realizarem doações, que são destinadas a ONGs e suas iniciativas.

Já o show, que é realizado anualmente, será exibido em 28 de setembro. Ele será apresentado por Fátima Bernardes, Luis Roberto, Tiago Leifert, Jessica Ellen, Luciano Huck e Maju Coutinho e gravado nos Estúdios Globo. Pedro Bial, Serginho Groisman e Ana Maria Braga farão participações especiais.

Todos os números musicais serão produzidos à distância, para respeitar o isolamento social, e o evento promete refletir sobre temas sociais, como a força da mulher durante a pandemia. O mesão para receber doações ocorrerá em 26 e 27 de setembro, em formato virtual e com a participação de artistas da Rede Globo.

Diferentemente dos anos anteriores, o ator Renato Aragão não teve sua presença confirmada no show do Criança Esperança. O comediante deixou a Rede Globo após 44 anos na emissora após seu contrato não ser renovado.

*Estagiário sob supervisão de Charlise Morais