Criador de 'Chernobyl' pede que visitantes respeitem local de tragédia

Redação - O Estado de S.Paulo

Craig Mazin citou fotos publicadas em redes sociais

Visitantes tiram fotos na vila abandonada de Kopachi, perto da Usina Nuclear de Chernobyl.

Visitantes tiram fotos na vila abandonada de Kopachi, perto da Usina Nuclear de Chernobyl. Foto: Valentyn Ogirenko/Reuters

A série Chernobyl, da HBO, fez tanto sucesso que provocou um boom de turismo para a cidade fantasma onde a tragédia nuclear aconteceu. Uma agência de turismo local relatou um aumento de 40% nas reservas desde que a produção estreou em maio.

Nesta terça-feira, 11, Craig Mazin, criador da série, enviou um recado para os visitantes - que parecem não estar levando a catástrofe a sério.

"É maravilhoso que Chernobyl inspirou uma onda de turismo até a Zona de Exlusão. Mas sim, eu vi as fotos por aí. Se você visitar [Chernobyl], por favor, lembre-se que uma terrível tragédia aconteceu ali. Comportem-se com respeito por todos que sofreram e se sacrificaram", disse Mazin no Twitter.

Na mesma rede social, um internauta compilou algumas fotos consideradas desrespeitosas de pessoas em visita ao local do desastre.

Craig Mazin visitou Chernobyl antes de escrever o programa e disse a respeito da experiência: "Não sou um homem religioso, mas aquilo foi a coisa mais religiosa que jamais sentirei".