Confira 5 filmes que estimulam empatia para ver com as crianças

Camila Tuchlinski - O Estado de S.Paulo

Obras ajudam os pequenos a compreenderem sentimentos e emoções das outras pessoas

Trecho do filme 'Matilda', de 1997, que conta a história de uma menina brilhante que cresceu em meio a pais grosseiros. 

Trecho do filme 'Matilda', de 1997, que conta a história de uma menina brilhante que cresceu em meio a pais grosseiros.  Foto: Jersey Films

A empatia é a capacidade de compreender os sentimentos e emoções das pessoas. Popularmente, é o ‘colocar-se no lugar do outro’. Para conviver entre si, os seres humanos precisam, em certa medida, desenvolver esse entendimento. Esse é um dos fatores primordiais para a vida em sociedade. 

Mas adquirir empatia é um processo que, por vezes, não é espontâneo e pode ser aprendido ao longo do desenvolvimento. E não há momento melhor para isso do que a infância.

Por dois anos, devido a pandemia de covid-19, as crianças ficaram impedidas praticamente de socializar com os amiguinhos, logo, menos expostas a situações que possibilitariam a aquisição da habilidade.

A empatia pode ser classificada como cognitiva, em que o ponto de vista do outro é entendido; emocional, quando se compartilha dos sentimentos alheios; e compassiva, quando, ao perceber a necessidade por ajuda, nos colocamos à disposição.

“Agora, com o retorno das aulas presenciais, essa capacidade se faz ainda mais necessária. Não apenas no ambiente escolar, mas na vida e nas relações interpessoais no geral”, afirma  Suelen Fernandes, coordenadora pedagógica do Marista Escola Social Ecológica.

A criança se desenvolve através do lúdico, da brincadeira e da interação entre os pares. Aproveitando essa oportunidade, Suelen acrescenta que as animações podem ser um bom caminho para a aprendizagem. “Os filmes e desenhos são capazes de transmitir ideias por meio da emoção e, assim, incentivar a reflexão e mesmo mudanças de comportamento”, explica a educadora. 

A seguir, confira 5 dicas de filmes para conversar sobre empatia com as crianças.

 

'Matilda'

Clássico da Sessão da Tarde, na TV Globo, esse filme, de 1997, conta a história de Matilda, uma menina com superpoderes que não consegue sentir que pertence ao universo que a cerca. Na escola, ela começa a usar seu dom para proteger seus colegas dos exageros da diretora e, aos poucos, é capaz de entender seu lugar no mundo. 

 

 

'Vida de Inseto'

Nesta animação da Disney, as formigas são obrigadas a doarem a maior parte do alimento que coletam para os gafanhotos, que ameaçam destruir o formigueiro. A situação muda quando um grupo de insetos voadores decide ajudá-las a retomar o controle.

 

 

'Como Treinar o Seu Dragão'

Em uma ilha viking, o adolescente Soluço não concorda com a forma que os dragões são tratados em sua sociedade. Ao fazer amizade com um dragão ferido, ele causa mudanças importantes no modo de vida de seu clã. A animação da DreamWorks mostra que, quando nos preocupamos uns com os outros, somos capazes de grandes coisas. E o mais legal é que o filme tem três edições.

 

 

'Procurando Nemo'

O oceano inteiro empatiza com o pai do peixe-palhaço Nemo, Marlin, enquanto ele procura o filho que foi capturado e levado para um aquário. Nesta animação da Pixar, a força da amizade e da união é valorizada.

 

 

'Tarzan'

Um dos clássicos da Disney, o filme Tarzan aborda a empatia do início ao fim; do momento em que a gorila Kala encontra o bebê sozinho às conversas que os dois têm sobre quem Tarzan é, passando pelas primeiras interações do protagonista com outros de sua espécie até o fim, em que animais e humanos se juntam para derrotar o inimigo em comum.