CNN Brasil anuncia contratação de Phelipe Siani e Mari Palma

Redação - O Estado de S.Paulo

Dupla faz parte de 'estratégia' do canal para 'atrair público jovem' com 'estilo informal'

Phelipe Siani e Mari Palma assinam contrato com a CNN Brasil, em foto ao lado de Douglas Tavolaro, CEO do canal.

Phelipe Siani e Mari Palma assinam contrato com a CNN Brasil, em foto ao lado de Douglas Tavolaro, CEO do canal. Foto: CNN Brasil / Divulgação

Os jornalistas Phelipe Siani e Mari Palma, ex-repórteres da Globo, foram anunciados como as novas contratações da CNN Brasil nesta segunda-feira, 22.

Segundo comunicado divulgado pela emissora no começo desta tarde, a contratação da dupla "faz parte da estratégia da CNN Brasil de atrair também a audiência do público jovem em todas as plataformas de exibição de conteúdo do canal", com seu "estilo informal".

A Globo confirmou que Phelipe Siani havia pedido demissão no último dia 13 de julho. Cinco dias depois, foi a vez de Mari Palma anunciar que estava deixando a emissora. Os dois também são conhecidos por formar um casal de namorados fora das telas.

Siani também chegou a publicar um vídeo em seu Instagram explicando o motivo de sua demissão: "Saí porque a gente precisa se desafiar sempre a fazer coisas novas. Eu sempre tive essa máxima. Decidi que tava na hora de explorar outros universos", afirmou, à época, sem citar a CNN Brasil.

VEJA TAMBÉM: Relembre apresentadores e jornalistas que saíram da Globo em 2019

Reprodução de 'Fantástico' (2018) / Globo | Reprodução de 'Bem Estar' (2018) / Globo | Reprodução de 'Globo Esporte' (2018) / Globo
Ver Galeria 12

12 imagens

Phelipe Siani e Mari Palma na CNN Brasil

No comunicado divulgado pela CNN Brasil, os jornalistas também falam sobre a expectativa de trabalhar no novo canal, que ainda não estreou.

"Ser um dos âncoras do maior canal de notícias do mundo é algo que me desperta um frio na barriga, fundamental para os desafios que o jornalismo tem daqui pra frente", afirmo Phelipe Siani sobre o novo trabalho.

Mari Palma também falou sobre o desafio: "Se um dia me dissessem que eu seria apresentadora da CNN, eu jamais acreditaria. Não tenho nem roupa pra isso! Brincadeiras de lado, não vejo a hora de botar a mão na massa e fazer parte desse projeto".