Cacá Carvalho relembra personagem Jamanta, em ‘Torre de Babel’

Redação - O Estado de S.Paulo

Papel, interpretado pelo ator na novela há 22 anos, ficou conhecido pelo bordão ‘Jamanta não morreu’

O ator Cacá Carvalho na peça 'A Próxima Estação', em 2016

O ator Cacá Carvalho na peça 'A Próxima Estação', em 2016 Foto: J.F. DIORIO/ESTADÃO

Em 1998, o ator Cacá Carvalho ficou conhecido pelo bordão “Jamanta não morreu”. Isso porque o personagem dele na novela Torre de Babel, da TV Globo, chamado Jamanta, se vangloriava por não ter sido uma das vítimas da misteriosa explosão de um shopping center. 

A trama, de Silvio de Abreu, entrou no catálogo de streaming da GloboPlay na segunda-feira, 3.

“É uma novela que trata de loucura, de ganância pelo poder, de explosões terríveis, de vidas que se digladiam. Ao mesmo tempo, tem um povo divertido, com outra perspectiva de vida, e plenos de alegria. Acho isso muito bonito. É uma novela muito misturada, cheia de personagens intensos, trágicos, gananciosos e, muitas vezes, divertidos, como é o caso do meu, por exemplo”, afirmou em entrevista ao site GShow.

O personagem fez tanto sucesso na época que Silvio de Abreu decidiu inseri-lo em outra novela, Belíssima, de 2006. Para Cacá Carvalho, poder rever esse trabalho 22 anos depois pode ser uma boa distração em tempos de pandemia.

“Acho que, como estratégia de entretenimento para esse momento que nós estamos passando, de tanta privação devido a essa coisa terrível que é essa doença, é um tipo de divertimento muito bem-vindo. No meu caso, e, acredito, que no de todo o elenco, é um modo de nós reencontrarmos um trabalho que fizemos há 22 anos com uma alegria tão grande e um empenho tamanho, e ver o que ele é hoje. A mim, particularmente, me deixou muito feliz”, concluiu.