'BBB 22': Jogo da Discórdia com consequências deixa clima tenso entre os brothers

Marcos Leandro - Especial para o Estadão

Participantes tiveram que apontar suas duas prioridades dentro do jogo

Jogo da Discórdia do 'BBB 22' teve escolha de prioridades e consequências negativas. 

Jogo da Discórdia do 'BBB 22' teve escolha de prioridades e consequências negativas.  Foto: TV Globo

Na noite desta segunda-feira, 11, os brothers tiveram que realizar um Jogo da Discórdia, porém com uma dinâmica um pouco diferente. No primeiro momento, cada um precisou escolher duas pessoas que são suas prioridades no jogo.

O que chamou atenção nessa parte foi o fato de Arthur Aguiar e Paulo André, que são grandes aliados no jogo, não terem escolhido um ao outro.

Na sequência, eles precisaram selecionar uma pessoa entre as duas prioridades para sofrer uma consequência, que poderia ser positiva ou negativa. Confira as escolhas de todos os participantes:

Gustavo

Prioridades: Paulo André e Pedro Scooby;

Consequência: Refeição individual com cardápio preferido para Paulo André.

 

Natália

Prioridades: Jessilane e Eliezer;

Consequência: Monstro até segunda ordem para Eliezer.

 

Paulo André

Prioridades: Gustavo e Pedro Scooby;

Consequência: 2 anos de Globoplay + R$ 5 mil para Scooby.

 

Jessilane

Prioridades: Natália e Eliezer;

Consequência: Xepa até segunda ordem para Natália.

 

Eliezer

Prioridades: Natália e Jessilane;

Consequência: Acampamento no jardim para Jesssilane.

 

Pedro Scooby

Prioridades: Paulo André e Douglas Silva;

Consequência: Acesso proibido à academia até segunda ordem para Douglas.

 

Douglas Silva

Prioridades: Pedro Scooby e Arthur Aguiar;

Consequência: Apagar o recado da família de Scooby.

 

Arthur Aguiar

Prioridades: Pedro Scooby e Douglas Silva;

Consequência: Acesso proibido à piscina e à massagem até segunda ordem para Douglas.

 

 

Clima tenso

Eliezer, que é o líder da semana, não curtiu a consequência dada por Natália que o colocou no Monstro. "Não quero conversar agora", disse ele, visivelmente chateado.

Nat, no entanto, tentou se explicar dizendo que Jessilane estava abalada emocionalmente e, por isso, não deu o Monstro para ela. Mas ele apenas disse que foi uma escolha da sister. 

Depois disso, Natália foi para o quarto chorar sozinha. "Devo ter um problema muito sério. Ele não vai me perdoar, entendo ele estar com raiva. Queria que ele me ouvisse antes, sabe?", lamentou.

Em outro momento, Pedro Scooby começou a rir da fantasia de polvo do Monstro dado a Eliezer. "Estou rindo de você de polvo, não da sua desgraça", brinca o surfista. 

Eli, que ainda não se conformou com a situação, disparou: "Pode rir da desgraça". Na sequência, Arthur deu sua opinião sobre a atitude de Natália: "Para mim, foi falta de tato total, desculpa."