Autora de Sex And The City ficou ‘assustada’ com revival da série

Rafael Nascimento - ESPECIAL PARA O ESTADÃO

‘A TV tem a sua própria lógica’, afirmou Candace Bushnell

'And Just Like That...' dá continuidade às tramas e personagens de 'Sex and the City'

'And Just Like That...' dá continuidade às tramas e personagens de 'Sex and the City' Foto: HBO Max

A autora do livro que deu origem à série Sex And The CityCandace Bushnell, parece não ter ficado muito satisfeita com And The Just Like That,  o revival da série disponível na plataforma de streaming HBO Max.

Em entrevista ao New Yorker, a escritora revelou que o reboot a deixou assustada e que ela não reconheceu a história que criou na televisão e que fez muito sucesso nos anos de 1990.

"Estou realmente assustada com muitas das decisões tomadas no reboot. Você sabe, é um produto de televisão, feito com Michael Patrick King e Sarah Jessica Parker, que trabalharam muito com a HBO no passado. A HBO decidiu trazer essa franquia de volta por várias razões, e foi isso que eles inventaram”, disse.

Candace disse ainda que não enxergou a história que escreveu em And Just Like That, mas que entende que se trata de um produto de televisão. "Carrie Bradshaw [personagem de Sarah Jessica Parker na série] acabou se tornando uma mulher peculiar que se casou com um cara muito rico. E essa não é a minha história, ou qualquer uma das histórias das minhas amigas. Mas a TV tem sua própria lógica", afirmou.

O reboot de Sex And The City tem se envolvido em confusões desde o seu lançamento. Uma das quatro protagonistas da série, a personagem Samantha Jones, vivida por Kim Catrall , não está no enredo.

Isso se deve a uma briga que a atriz teve com Sarah Jessica Parker. Outro grande problema que envolveu o revival foi as acusações de assédio sexual ao ator Chris North, que deu vida ao marido de Carrie Bradshaw, o Mr. Big.