Ator de 'Pantera Negra 2' revela sensação no set sem Chadwick Boseman: 'Estranho e triste'

Redação - O Estado de São Paulo

Martin Freeman, que interpreta Everett Ross, ainda disse que 'no fundo, há uma grande lacuna agora'

Cerimônia que anunciou a bolsa de estudos fornecida pela Netflix para homenagear o ator e ex-aluno da Howard University, Chadwick Boseman, em 2018.

Cerimônia que anunciou a bolsa de estudos fornecida pela Netflix para homenagear o ator e ex-aluno da Howard University, Chadwick Boseman, em 2018. Foto: Washington Post/Bill O'Leary

O ator Martin Freeman, que interpreta Everett Ross no Universo Cinematográfico da Marvel, revelou que fazer uma sequência para Pantera Negra sem Chadwick Boseman foi "estranho e triste".

"Por um lado, você está fazendo o filme que você está lá para fazer, e há dezenas e dezenas de pessoas no set, unidas neste esforço para fazer o filme, mas também não há dúvidas de que, no fundo, há uma grande lacuna agora, e você sentiu isso", declarou o ator em entrevista ao Collider.

"Foi estranho Chadwick não estar lá [...] Não há como contornar isso. Acho que todo mundo acharia muito estranho e triste, mas ao mesmo tempo, as coisas não acabam. Não é como, 'Bem, isso aconteceu, então todos nós temos que sair e nunca mais fazer isso de novo', mas foi estranho", continuou Freeman.

O ator ainda pontuou que confia muito em Ryan Coogler, o diretor da sequência, Pantera Negra: Wakanda Forever, para dar vida a outros elementos introduzidos no primeiro filme.

"Eu pensei, 'Ok, bem, talvez não haja outro [Pantera Negra]', mas ainda há outras histórias para contar dentro desse mundo e outros grandes personagens", disse.

Chadwick Boseman morreu em agosto de 2020, aos 43 anos, vítima de um câncer de cólon que enfrentava desde 2016.

Pantera Negra: Wakanda Forever, tem data de estreia marcada para 11 de novembro deste ano. Reveja o trailer do primeiro longa: