Após denúncias contra Kevin Spacey, Netflix cancela 'House of Cards'

Redação - O Estado de S.Paulo

Ator faz o papel de Frank Underwood, protagonista da série

Kevin Spacey em 'House of Cards'

Kevin Spacey em 'House of Cards' Foto: David Giesbrecht / Netflix / Divulgação

A sexta temporada de House of Cards, da Netflix, deve ser a última, afirma o portal Variety. A informação surge logo após Kevin Spacey, principal ator da série, ser acusado de ter assediado um ator de Hollywood quando ele ainda era adolescente.

As gravações da sexta temporada haviam iniciado neste mês. A data de estreia não estava definida, mas é esperada para 2018. Kevin Spacey faz o papel de Frank Underwood, protagonista da série.

A Netflix não se posicionou oficialmente até o momento, mas o portal TVLine afirma ter recebido um comunicado conjunto da empresa de streaming e da produtora da série Media Rights em que se dizem “profundamente preocupados pelas notícias envolvendo Kevin Spacey. Em resposta às revelações, executivos das duas companhias foram a Baltimore se encontrar com o elenco e a equipe para garantir que eles continuem se sentindo seguros e apoiados". A nota diz, também, que Kevin Spacey não estava no estúdio, mas que isso fazia parte do calendário anterior

O site afirmou, ainda, que  fontes ligada à Netflix alegaram que a decisão de encerrar a série após a sexta temporada já estava tomada a meses e que não ocorre em resposta ao escândalo envolvendo o ator.

No último domingo, 29, o ator Anthony Rapp deu uma entrevista ao Buzzfeed afirmando que Kevin Spacey o teria assediado durante uma festa quando ele tinha 14 anos.

Posteriormente, Kevin publicou uma resposta em que dizia não se lembrar do caso pois, provavelmente, estava bêbado e pede desculpas. No entanto, ele também usou o momento para declarar sua homossexualidade e foi duramente criticado por alguns que consideraram que ele estaria relacionando sua orientação sexual com assédio e violência.

Kevin, além de principal estrela, era produtor executivo de House of Cards. A série de drama já foi indicada a 53 prêmios Emmy desde que foi lançada, em 2013, e foi fundamental para consolidar a estratégia da Netflix de produzir séries originais.

Veja momentos em que 'House of Cards' lembrou a política da vida real